BMW i4 será mais potente que o M3 Competition

BMW i4 View Gallery 11 photos

Elétrico derivado do Série 4 no formato Gran Coupé terá 530 cv e autonomia até 600 km. Vídeo mostra-o em testes dinâmicos antes da estreia.

A BMW revelou mais detalhes acerca do i4, o seu próximo modelo elétrico. Este concorrente do Tesla Model 3 e do Polestar 2 terá o formato de carroçaria do Série 4 Gran Coupé (cuja nova geração ainda não foi revelada). A marca de Munique optou por não repetir o que fez com o i3, não utilizando desta vez uma plataforma dedicada apenas a modelos “zero emissões”, nem materiais “exóticos” e caros como a fibra de carbono, mas sim a CLAR (que serve de base às mais recentes gerações do Série 3 e Série 4). A principal diferença estética do modelo elétrico face ao modelo térmico será a mesma do iX3 face ao X3, ou seja, apenas alguns detalhes decorativos.

Com o responsável do projeto i4, David Alfredo Camacho, ao volante, o modelo de quatro portas cumpriu agora o derradeiro ciclo de testes dinâmicos (ainda camuflado) antes da estreia – que deverá acontecer em março, na altura normalmente preenchida pelas novidades do Salão de Genebra. A produção deste i4 só deverá arrancar no final do ano, altura da abertura das encomendas. As primeiras unidades só começarão a ser entregues no início de 2022. Um dos elementos que a BMW está a ensaiar é a suspensão específica que reduz o efeito de “afocinhamento”, bem como um sistema de “limitação do deslizamento da roda relacionada com o atuador”, de modo a garantir a tração ideal e estabilidade perfeita em linha reta, mesmo em piso escorregadio. Além de um comportamento aprimorado, o novo i4 promete oferecer um equilíbrio entre caráter desportivo e conforto de rolamento. Os engenheiros estão a trabalhar na redução de vibrações na carroçaria provocadas por irregularidades no piso e em curvas.

O novo i4 deverá responder à letra ao Tesla Model 3, propondo uma autonomia máxima de 600 km (WLTP), além de anunciar 0-100 km/h em 4 segundos. Já o pico de velocidade deverá superar os 200 km/h. A alimentar o motor elétrico estará um conjunto de baterias de iões de lítio com cerca de 80 kWh, com um total de 550 kg.

O i4 terá duas versões no lançamento: o i440 com tração traseira (e apenas um motor) com cerca de 330 cv e função opcional de overboost; e o i4 M50 com tração integral (e dois motores) com 460 cv (530 cv em overboost – mais 20 cv do que o M3 Competition). Este modelo de topo diferenciar-se-á pelas jantes maiores, travões mais potentes, kit estético mais agressivo, com um spoiler traseiro, além de acabamentos em alumínio e fibra de carbono no interior. Poucos meses depois será aposta uma versão base i435 de tração traseira com 280 cv. O novo sistema de carregamento deste i4, que será utilizado futuramente também em modelos híbridos plug-in da marca de Munique, suporta carregamentos até 150 kW. Isto permitirá que o modelo elétrico consiga obter até 80% da carga em cerca de 35 minutos, o que corresponde a uma autonomia de 100 km com “encosto” de sensivelmente seis minutos.

Por dentro, o i4 contará com a mais recente evolução do sistema de infotainment iDrive, com uma instrumentação panorâmica e um ecrã tátil. O modelo elétrico vem também munido de funções de condução autónoma de nível 3, que lhe permitirão rolar em intervenção do condutor em autoestrada.

Deixe uma resposta

*