Peugeot prepara elétrico e-308

Render do Peugeot e-308 View Gallery 4 photos

A poucas semanas da apresentação da nova geração do pequeno familiar, confirma-se que em 2023 haverá uma variante 100% elétrica.

A Peugeot vai apresentar o novo 308 a 18 de março, mas a grande novidade, segundo a L’Argus, é que os engenheiros da marca de Sochaux começaram a desenvolver, desde dezembro, uma variante elétrica e-308 para lançar em 2023. Este potencial concorrente do VW ID.3 recebeu “luz verde” e o mesmo acontecerá com o Opel e-Astra. Já o DS4, revelado na semana passada, não terá versão “zero emissões”.

Carlos Tavares, o patrão da Stellantis, foi adiando sucessivamente a decisão de avançar com este e-308, por não ver potencial lucrativo no projeto. Contudo, o aumento das vendas dos carros elétricos e a obrigatoriedade de reduzir rapidamente as emissões de CO2 de modo a evitar as pesadas multas da União Europeia, poderão ter contribuído para que o gestor português tenha mudado de ideias.

O novo Peugeot 308, que começará a ser produzido em maio e começará a chegar aos clientes em outubro deste ano, é feito com base numa evolução da plataforma EMP2, chamada V3 – lançada com o DS4. Sobre a variante elétrica e-308, sabe-se para já que não partilhará o seu hardware com o futuro e-3008, previsto para o final de 2023. Isto porque o SUV contará com uma nova base e-VMP, um motor elétrico Nidec/PSA e uma nova bateria fornecida pela ACC (ou pela BYD). Já o e-308, para reduzir os custos instalará o motor de 100 kW/136 cv e o sistema elétrico disponíveis na dupla e-208/e-2008 e nos comerciais e-Rifter/e-Partner. O grande desafio dos engenheiros franceses será a autonomia extraída da bateria de 50 kWh – que no caso dos furgões promete ficar-se no máximo nos 275 km (WLTP).

O novo Peugeot 308 contará com o novo sistema i-cockpit, caraterizado pelo novo sistema de infotainment que opera como um smartphone e com funções similares às do DS4. A gama será lançada com um motor 1.2 Puretech “mild hybrid” com caixa manual em versões de 110, 130 e provavelmente 155 cv, além dos híbridos plug-in com 150 e 225 cv, que serão complementados pelo Diesel 1.5 BlueHDI de 130 cv. Em 2022, virão as versões com uma nova caixa de dupla embraiagem de sete velocidades, da Punch Powertrain. Na calha está ainda uma variante desportiva híbrida PSE com 300 cv.

Além do 308 de cinco portas (P51), que inaugurará o novo logótipo da marca, a Peugeot tem em perspetiva uma variante crossover (conhecido pelo nome de código Project P54), que estará disponível com motor híbrido plug-in. A carrinha 308 SW (P52) será mostrada no outono de 2021 e chegará ao mercado na primavera de 2022.

Deixe uma resposta

*