Híbrido Peugeot 308 PSE terá mais de 300 cv

Peugeot 308 PSE

A suceder ao 308 GTI será aposta em 2022 uma versão plug-in com tração integral.

A Peugeot está a preparar a próxima geração do pequeno familiar 308, que tem estreia agendada para o final do próximo ano. A estratégia da PSA prevê que os modelos mais compactos de base CMP, como o 208 tenham como referência uma versão elétrica – quem sabe até com uma nova vida para a sigla GTI, como admitiu o CEO do construtor francês, Jean-Phillippe Imperato. Aliás, a Peugeot Sport prepara-se para se focar apenas no desenvolvimento de modelos “eletrificados”. Para os modelos com plataforma EMP2, o caminho é outro com a aposta para o topo a incidir numa nova linhagem de modelos “eletrificados” com cunho desportivo, tendo o novo selo PSE (Peugeot Sport Engineered) – tal como se verá com o novo 508 PSE, com 360 cv, a lançar no outono. Segundo a Autocar, este deverá ser também o caminho para a nova versão de referência do novo 308 (na imagem um “render” gerado por computador) a lançar em 2022.

A nova geração do 308, que será feito com base numa versão atualizada da plataforma EMP2 (que estreou precisamente no 308 atual), terá ao que tudo indica duas versões híbridas plug-in. Na gama convencional o sistema propulsor reunirá um motor 1.6 Puretech de quatro cilindros turbo a gasolina e um motor elétrico no eixo dianteiro. Esta versão PHEV convencional deverá ter, tal como os atuais 3008 e 508 Hybrid, cerca de 225 cv. Acima desta versão haverá uma versão desportiva 308 PSE com um motor elétrico adicional no eixo posterior (numa configuração semelhante à que está presente no 3008 Hybrid4), o que lhe permitirá ter tração integral, e com o motor a gasolina a subir para 200 cv. Ao todo esta versão mais “apimentada” mais de 300 cv, surgindo apetrechada de uma afinação desportiva do chassis e alterações estéticas, com o objetivo de medir forças com o VW Golf R.

Outra forte possibilidade para o novo 308 é o lançamento de uma versão crossover. Esta derivação com maior altura ao solo e visual mais próximo dos SUV pretende preencher o espaço entre o 308 convencional e o 3008. Na calha está ainda para mais tarde uma versão 100% elétrica do 308.

Imperato adiantou ainda que a fórmula PSE poderá ser aplicada ao 3008 e a outros modelos. Segundo o responsável máximo da marca francesa, estes modelos não terão foco nas vendas. O objetivo é sobretudo mudar mentalidades acerca da “eletrificação”. Para a nova geração de carros, a Peugeot pretende focar-se em dois aspetos importantes: condução autónoma e 5G.

Deixe uma resposta

*