Volvo C40 Recharge vai ser vendido apenas na net

Volvo C40 Recharge View Gallery 9 photos

SUV elétrico de formato coupé com 408 cv chega no outono.

No dia em que confirmou que confirmou que em 2030 terá um portefólio livre de opções motor a combustão, a Volvo revelou o seu primeiro modelo exclusivamente (pelo menos para já) disponível apenas com motor elétrico. Chama-se C40 Recharge T8 e é um derivado de formato coupé do SUV compacto XC40 (que já possui uma versão com a mesma designação, de caraterísticas similares). Será lançado no próximo outono e terá venda exclusiva online (uma modalidade a alargar futuramente à restante gama). Segundo o fabricante sueco, estarão disponíveis versões pré-configuradas, o que permitirá entregas mais rápidas.

O C40 diferencia-se do XC40, modelo com o qual partilha a plataforma CMA e a linha de produção em Gent (na Bélgica), pelo tejadilho mais baixo da zona posterior (o que se reflete em menos 4 cm de espaço em altura no interior) e pela traseira de formato mais desportivo. O novo modelo é quase 7 cm mais baixo, mas também 6 mm mais comprido. A bagageira tem 413 litros de capacidade (menos 40 litros). Mas na frente no novo SUV também há novidades, com a inclusão de novos faróis em LED com tecnologia pixel, um para-choques com um novo formato, luzes de nevoeiro com inserções em preto e dispostas na horizontal, uma “grelha” reformulada e farolins em LED reconfigurados, que se prolongam até à tampa da mala. O interior do C40 ainda não foi mostrado, mas a Volvo diz que é muito semelhante ao do XC40. O sistema de infotainment foi desenvolvido pela Google e tem base Android Auto.

O sistema propulsor (o mais potente da atualidade da marca sueca) é o já conhecido do XC40 Recharge T8, formado por dois motores elétricos de 150 kW (um por eixo, o que lhe confere tração integral) para uma potência combinada de 408 cv e 660 Nm. Esta configuração permite acelerações de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e atingir uma velocidade máxima de 180 km/h. A bateria de 78 kWh (dos quais 75 kWh são utilizáveis) permite uma autonomia até 420 km (WLTP). Com um carregador de 11 kW é possível encher as baterias em oito horas, sendo que é a 150 kW consegue obter de 10 a 80% da capacidade em 40 minutos. O carro está apto a receber atualizações “over the air”. O C40 pesa 2185 kg, mais 30 kg que o XC40 com o mesmo motor, sendo capaz de rebocar até 1800 kg.

Até meados desta década, a Volvo estima lançar mais cinco novos modelos elétricos.

Deixe uma resposta

*