Mini vai dedicar-se apenas a carros elétricos até 2030

Mini Electric

Construtor britânico lançará último modelo a combustão em 2025.

A Mini é o mais recente fabricante a assumir o compromisso com uma gama 100% elétrica. A marca britânica prevê lançar o seu último modelo com motor térmico em 2025, estimando que já em 2027 os modelos “zero emissões” correspondam a metade das suas vendas. Segundo o Der Spiegel, a meta é ter uma gama formada por modelos totalmente elétricos até 2030. Este plano será apresentado no dia 17 de março pelo CEO da BMW, Oliver Zipse.

O único modelo elétrico do “line-up” da marca do grupo BMW é o Mini Electric. Os “senhores que se seguem” serão, entre outros, um Paceman, mini hatch herdeiro do modelo original e um comercial autónomo totalmente elétricos. Além disso, está a ser desenvolvido um inédito JCW elétrico (chamado GPE).

Um passo importante rumo à eletrificação total da Mini será dado em 2023 quando arrancar a produção de novos modelos exclusivamente movidos a energia elétrica na China, através da joint venture com a Great Wall.

A Mini junta-se assim à Bentley, Volvo, Jaguar e Ford Europa, entre outros, na aposta exclusiva em modelos elétricos.

Deixe uma resposta

*