Novo Peugeot 308 tem ambições upmarket

Peugeot 308 View Gallery 24 photos

Pequeno familiar chega no segundo semestre deste ano com versões híbridas, a gasolina e Diesel.

A Peugeot apresentou a nova geração do 308. O hatchback de cinco portas será lançado em Portugal no segundo semetre deste ano. O novo 308 foi o eleito para estrear o novo símbolo da marca de Sochaux. Além disso, representa uma procura em elevar o estatuto do modelo, apostando num modelo de maiores dimensões, com uma gama “eletrificada”, com consumos mais baixos, e com um interior mais tecnológico, onde pontifica a nova geração do conceito i-cockpit com um ecrã de infotainment estilo tablet.

Feito com base numa versão atualizada da plataforma EMP2, o novo 308 possui uma estrutura mais rígida face ao antecessor, embora mantenha o peso aproximado face ao antecessor. A nova estrutura significa também que o compacto está apto para acolher um pack de baterias maiores. Assim, além das tradicionais opções a gasolina e Diesel, juntam-se para já duas propostas híbridas plug-in, sendo que no programa, para mais tarde, está prevista uma inédita variante 100% elétrica, mas também versões “mild hybrid”. Para já, a gama será composta pelo 1.2 Puretech de três cilindros turbo a gasolina com 110 cv e 130 cv e pelo 1.5 BlueHDI de quatro cilindros turbodiesel de 130 cv, com opção de caixa manual de seis velocidades ou automática de oito relações para o motor a gasolina mais potente. Estas versões a combustão anunciam emissões de CO2 a começarem nos 117 g/km (valores ainda não homologados), menos 4 g/km face ao Diesel atual. Contudo, estes números deverão descer aquando da introdução das variantes “mild hybrid”. No lançamento existirão ainda duas propostas híbridas plug-in de tração dianteira com 180 e 225 cv, ambas com os contributos de um motor 1.6 de quatro cilindros turbo a gasolina (de 150 e 180 cv, respetivamente) a funcionar com um motor elétrico (sempre com 81 kW/110 cv) posicionado entre o motor térmico e a caixa automática de oito velocidades. A versão de 225 cv anuncia uma autonomia em modo elétrico até 59 km e 26 g/km de emissões de CO2. Os dois PHEV possuem uma bateria de iões de lítio com 12,4 kWh de capacidade que pode carregar em menos de 2 horas numa wallbox de 7 kW ou em cerca de 7 horas numa tomada doméstica.

Visualmente, o 308 traz faróis em LED, uma grelha pontilhada e farolins traseiros em forma de garra – elementos já vistos nas propostas mais recentes da marca francesa, nomeadamente o 508. A silhueta do modelo compacto mantem-se próxima do antecessor – embora com pequenos acertos nas proporções, nomeadamente com um para-brisas mais inclinado e mais próximo do habitáculo, de modo a acentuar mais o capot, e jantes (disponíveis com medidas entre 16 e 18 polegadas) mais próximas das extremidades do carro. Esta mudança permitiu obter mais 55 mm de distância entre eixos (para um total de 2675 mm), o que se reflete sobretudo num aumento do espaço para pernas dos ocupantes da fila posterior, e num aumento de 12 cm em comprimento, chegando agora aos 4367 mm. A juntar a isso, o novo 308 é também um pouco mais baixo, o que lhe confere um aspeto mais dinâmico. A componente aerodinâmica foi especialmente tida em conta no novo modelo que traz arcos das rodas mais pronunciados, um spoiler traseiro maior, para-choques e capas dos espelhos com um formato otimizado para reduzir o efeito de arrasto, o que contribuiu para um coeficiente de 0,28. A bagageira do novo modelo tem 412 litros de capacidade (menos 8 litros face ao antecessor) nas versões equipadas com motor térmico e 361 litros nos híbridos. O novo 308 está disponível em sete cores exteriores (incluindo a cor de lançamento que se vê nas imagens Olivine Green).

Por dentro, o 308 mudou de forma mais substancial, com a inclusão do novo sistema de infotainment i-Connect que conta com um ecrã central de 10 polegadas de série, que conta por baixo com um painel digital “i-toggle” com atalhos para as funções principais, como a navegação, contactos do telefone, estações de rádio e regulação do ar condicionado. Os únicos botões físicos são para desembaciar os vidros, a recirculação do ar e acionar a climatização. É possível gravar até oito perfis de condutor e especificações de infotainment e é possível carregar em simultâneo dois smartphones via wireless. A Peugeot introduziu um assistente que pode ser acionado por voz, chamado “Okay Peugeot”. O conceito i-Cockpit tem neste 308 uma nova geração, sendo que ao já tradicional volante pequeno junta um painel de instrumentos digital totalmente configurável com 10 polegadas e efeito 3D (ao estilo do 208). Na consola central está um seletor dos modos de condução, o botão start e o travão elétrico, sendo que as versões equipadas com a caixa EAT8 possuem um comando rotativo.

O novo 308 vem também munido de novos sistemas de assistência à condução. O Drive Assist 2.0 integra funções de condução semiautónoma, possibilitando efetuar ultrapassagens entre 70 e 120 km/h, mantendo o carro alinhado com os limites de velocidade, com função stop & go em associação ao cruise control, monitorização do ângulo morto até 75 metros para trás e assistência ao estacionamento em 360 graus através de quatro câmaras.

Deixe uma resposta

*