Supercarro elétrico Drako GTE posto à prova na neve e no gelo

Drako GTE View Gallery 11 photos

Munido de um motor elétrico por roda, o modelo norte-americano tem 1200 cv e 8800 Nm de binário, prometendo 0-96 km/h em cerca de 2 segundos.

A Drako Motors apresentou o GTE há já dois anos e as primeiras entregas inicialmente previstas para 2020 foram adiadas para este ano. Contudo, para mostrar as qualidades da super berlina elétrica, a empresa norte-americana viajou até ao Colorado para recolher imagens do modelo de 1200 cv e 8800 Nm a percorrer uma pista coberta de neve em Steamboat Springs situada a mais de 2500 metros de altitude com o piloto Andy Pilgrim ao volante, e também a testar os seus limites, em drift, no gelado lago Georgetown situado na mesma região com o piloto de ralis David Hackl.

Feito com base no Fisker Karma, o Drako GTE vem munido de quatro motores, um por roda, além de um software DriveOS que permite enviar distribuir a potência para cada uma das rodas de acordo com as condições da estrada e o dos “inputs” do condutor. Esta configuração permite até fazer curvas de 360 graus girando as rodas esquerda e direita em direções opostas. Segundo a start-up sediada em Silicon Valley (na Califórnia), este supercarro é capaz de atingir uma velocidade máxima de 322 km/h. Apesar de ainda não existirem valores oficiais, a tarefa de acelerar de 0 a 96 km/h promete ser cumprida em cerca de dois segundos.

O Drako GTE vem equipado com uma bateria de 90 kWh de capacidade instalada no piso do carro. A autonomia ainda não foi revelada, mas este grand tourer vem equipado com um carregador de 15 kW e está apto a efetuar recargas a 150 kW. Limitado a 25 unidades, o Drako GTE custa mais de 1 milhão de euros.

Deixe uma resposta

*