BMW M4 CSL “apanhado” pela primeira vez

BMW M4 CSL View Gallery 4 photos

Derivação mais extrema promete mais potência, aerodinâmica aprimorada e menos peso.

A BMW apresentou a nova geração do M4 (G82) há pouco mais de meio ano, mas já há uma versão mais extrema à espreita. Foi agora “apanhado” pela primeira vez um modelo de testes que confirma um potencial M4 CSL – que será um substituto do GTS da geração anterior. A sigla CSL, acrónimo de Coupe Sport Leichtbau, remete para modelos focados na redução de peso – tendo como um dos principais exemplos o M3 CSL da geração E46 que era 110 kg mais leve face à versão convencional. Embora o primeiro modelo a recorrer a essa sigla tenha sido o 3.0 CSL da década de 1970.

Neste caso, se o M4 CSL deverá recorrer a vários materiais mais leves, incluindo fibra de carbono, de modo a reduzir de forma substancial os 1725 kg do M4 convencional. Espera-se a inclusão de série de travões carbocerâmicos (opcionais no M4 Competition), bancos mais leves e que o ar condicionado seja removido, assim como algum do material de insoronização. Um dos indicadores de que este protótipo aponta para um CSL é o spoiler “ducktail” que remete para o já referido M3 CSL E46. O que significa que este M4 “mais zangado” poderá ter uma tampa da mala inteiramente feita em fibra de carbono. Na dianteira há um lábio mais baixo e um para-choques com uma configuração de aspeto mais agressiva. Espera-se um nível de potência capaz de ombrear com o novo Mercedes-AMG C63, ou seja, a rondar os 550 cv.

Segundo o Bimmer Post, o M4 CSL deverá ser lançado em meados do próximo ano sob a forma de uma edição limitada. Recorde-se que no caso do M3 CSL foram produzidas 1383 unidades.

Deixe uma resposta

*