Stellantis premium terão versão “eletrificada” da base Giorgio

Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio

A partir de 2023, a plataforma STLA Large será utilizada pela Alfa Romeo, Maserati, Lancia e DS.

A plataforma Giorgio, tal como a conhecemos, tem os dias contados. Contudo, ao contrário do que foi veiculado há poucos dias, a Stellantis vai evoluir a base utilizada nos Alfa Romeo Stelvio e Giulia atuais, mas também no Jeep Grand Cherokee e que até ao final deste ano servirá para o Maserati Grecale, para uma nova geração de modelos premium dos segmentos D e E das marcas Alfa Romeo, Maserati, Lancia e DS. O CEO da Alfa Romeo, Jean-Philippe Imparato esclareceu à Quattroroute que algumas das suas declarações foram mal interpretadas, sobretudo as que davam conta do abandono definitivo da plataforma Giorgio. Ao que tudo indica a base existente será reconvertida de modo a suportar motorizações híbridas plug-in e 100% elétricas, com a promessa de manter o caráter desportivo da base original. Em princípio a Stellantis optará por encaixar soluções tecnológicas já desenvolvidas pelo grupo PSA, numa nova estrutura que receberá a designação Stellantis Large (STLA Large).

A plataforma deverá garantir até 800 km de autonomia em modo “zero emissões”. Carlos Tavares, o patrão da Stellantis, anunciou na reunião com os acionistas que o primeiro modelo de base STLA Large será lançado em 2023. O escolhido poderá ser a versão elétrica do SUV Grecale. A este seguir-se-ão os sucessores dos Alfa Romeo Giulia e do Stelvio.

Assim, o grupo Stellantis contará com quatro novas plataformas: Small, Medium, Large e Frame (para comerciais, pick-ups e outros modelos maiores).

Deixe uma resposta

*