Ferrari Testarossa da série “Miami Vice” foi vendido

Ferrari Testarossa Miami Vice

Com 10 mil km no odómetro acumulados em 30 anos, este exemplar nunca saiu da cidade norte-americana.

Após ter visto a réplica do Daytona Spyder utilizado na rodagem da série “Miami Vice” (“Ação em Miami”), Enzo Ferrari ficou furioso, tendo, alegadamente, obrigado a produção a comprar um exemplar do recém-lançado Testarossa para o efeito. Uma coisa é certa: durante as filmagens foram utilizadas duas unidades do Testarossa – um dos carros mais icónicos da década de 1980. Apesar de terem aterrado nos EUA com o exterior em preto, os dois exemplares foram repintados de branco, a pedido do realizador da série, Michael Mann – supostamente porque ajudaria a ver-se melhor o carro nas cenas de perseguição noturnas pelas suas da cidade situada no estado na Florida. Concluída a produção da série, os carros passaram para as mãos de colecionadores.

O primeiro, com número de chassis 0063631, mudou de proprietário algumas vezes antes de ser leiloado pela Barrett-Jackson em 2017. Já o segundo, com o número 0063259, foi comprado pelo colecionador Preston Henn na década de 1990, logo após o fim das filmagens. E a verdade é que após mais de 30 anos na posse da família Henn, o modelo, que nunca chegou a sair da cidade de Miami, onde esteve em exposição numa das principais lojas da cadeia Swap Shop, voltou ao mercado após a morte recente de Preston. Da coleção do dono deste Testarossa fazem parte preciosidades tais como o Ferrari 275 GTB/C Speciale que venceu em Le Mans em 1965 (avaliado em mais de 100 milhões de dólares).

O histórico Testarossa da primeira série (facilmente identificável pelo retrovisor exterior a média altura no pilar A) esteve à venda no concessionário We are Curated, em Miami, e rapidamente encontrou novo dono, por um valor não divulgado, tendo 9977 km no odómetro. O carro está num estado de conservação excecional, “calçando” os pneus Goodyear Eagle originais utilizados durante a rodagem da série.

Deixe uma resposta

*