Ford Sierra RS500 vai voltar a ser produzido

Ford Sierra RS500 Continuation

Da colaboração dos ingleses da CNC Motorsport AWS com o piloto Andy Rouse resultarão três exemplares.

Um dos mais lendários modelos de competição britânicos de sempre vai regressar à produção. O Ford Sierra RS500 vai ressuscitar pela mão da CNC Motorsport AWS em colaboração com o piloto de turismos e construtor Andy Rouse (que conta com quatro títulos do BTCC e que em 1988 e 1989 venceu campeonatos com o Sierra RS500 original, ver última imagem). Serão construídas apenas três unidades.

Cada exemplar será feito com base em carroçarias originais do Sierra que brilhou na década de 1980. Está previsto que a primeira unidade esteja pronta no início do próximo ano. O objetivo é que este trio participe em eventos e corridas históricas, como o HSCC touring Cars e o Silverstone Classic. As máquinas desta série de continuação serão produzidas à luz dos carros do grupo A com especificação Andy Rouse Engineering, recorrendo a desenhos e dados originais. A unidade propulsora de origem Cosworth será feita de raiz com a ajuda do autor dos blocos originais Vic Drake, que já fez mais de 100 motores. À disposição estão 575 cv debitados do bloco 2.0 de quatro cilindros que serão geridos com a ajuda de uma caixa manual de cinco velocidades Getrag e de um diferencial viscoso. Todas as unidades deste Sierra RS500 serão pintadas em branco, embora haja outras cores em opção. Quase todos os componentes serão feitos de acordo com as especificações fornecidas por Andy Rouse, incluindo as torres de suspensão dianteiras, braços traseiros, tampa do depósito de combustível, para-brisas aquecido e escape lateral. O próprio Rouse fará a roll-cage em aço.

Cada um destes três Sierra RS500 começará nos 219 mil euros.

Deixe uma resposta

*