Nissan GT-R sai da Europa por causa da lei do ruído

Nissan GT-R

Atual geração do “Godzilla” permaneceu durante 13 anos no mercado.

A Nissan vai retirar o GT-R do catálogo na Europa durante este mês. A marca nipónica decidiu faze-lo antes da entrada em vigor a nova lei do ruído, a 1 de julho. Os derradeiros exemplares da especificação europeia deverão ser entregues no próximo verão.

O “Godzilla” já tinha sido “vítima” no mercado australiano por não cumprir com as normas relacionadas com a colisão de impacto lateral.

A atual geração do GT-R (na imagem) encontra-se há 13 anos no mercado e não há informações oficiais acerca de um substituto direto, embora o próprio CEO da Nissan, Makoto Uchida, tenha admitido à Autocar que está a ser equacionada a aposta num modelo “eletrificado” para a “nova” geração R36: “O GT-R é uma máquina profissional e precisamos de prepará-la para o futuro”.

O GT-R é o último desportivo da Nissan no Velho Continente, já que a marca já confirmou que o novo coupé Z de motor V6 não será aposta por cá.

Curiosamente, aquando da apresentação do protótipo descapotável futurista Max-Out, a Nissan disse que vê potencial em apostar em modelos desportivos feitos com base na sua próxima plataforma específica para elétricos.

Deixe uma resposta

*