Híbrido Mercedes-AMG E53 substitui E43

View Gallery 2 photos

A Mercedes-Benz anunciou a troca do E43 por uma versão “micro híbrida” E53 AMG que mantem como base um seis cilindros a gasolina.

Disponível para encomenda no formato carro e carrinha a partir das próximas semanas, o propulsor agora introduzido é semelhante ao lançado no CLS 53, ou seja, um 3.0 de seis cilindros turbo com um sistema elétrico de 48V e um pequeno motor elétrico com função de motor de arranque/alternador, que adiciona 22 cv, num conjunto de 435 cv. Com esta configuração, o E53 anuncia uma capacidade de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos, ou seja, 0,2 seg. Mais lesto que o E43. A velocidade máxima mantem-se nos 250 km/h, limitada eletronicamente. Contudo, pode ascender aos 270 km/h com o AMG Driver’s Package.

Outra mudança do Classe E é a troca da gama do Diesel V6 do E400d por um seis cilindros em linha com 340 cv (mais 7 cv), já cumpridor da norma Euro 6d. O Classe ganha ainda um novo volante e a mais recente evolução do sistema Active Steering Assist, que ajusta automaticamente a velocidade em curva.

Deixe uma resposta

*