Bentley comemora centenário com GT elétrico

Bentley EXP 100 GT Concept View Gallery 12 photos

Protótipo EXP 100 GT tem 1359 cv e anuncia 700 km de autonomia.

A Bentley mostrou a sua visão de futuro (mais concretamente 2035) com o protótipo elétrico EXP 100 GT. Apresentado no dia exato em que comemora 100 anos, a marca britânica não quis deixar ninguém indiferente com um concept de um grand tourer ultraluxuoso e futurista. Com 5,8 metros de comprimento, 2,4 m de largura (cerca de meio metro a mais e muito mais largo do que o novo Flying Spur), pesa 1900 kg – mesmo com a carroçaria em fibra de carbono e alumínio. Isto significa que este modelo é cerca de 35% mais leve face a um carro com capacidades semelhantes nos dias de hoje. A linha de tejadilho de estilo coupé é inspirada no icónico R-Type Continental, estendendo-se até à saia traseira, com detalhes em tons de cobre e prata nos contornos das janelas, para-brisas e parte das jantes Active Aero, a que se junta um tejadilho em cor prateada com um novo acabamento Compass. O visual futurista é da responsabilidade de uma grelha imponentes feita a partir de 6000 luzes de LED, separa por uma peça em cobre. Os faróis arredondados e biselados são uma novidade. O que se mantem é o símbolo Flying B no capot (que se acende quando o condutor se aproxima). Destaque para as duas portas de abertura asa de gaivota.

A “puxar” este protótipo estão quatro motores elétricos (um por roda), com 340 cv cada, para um débito total a oscilar entre 800 e 1349 cv (dependendo do sistema de vectorização de binário) e 1500 Nm de binário máximo. Este conjunto permite acelerar de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos e atingir uma velocidade máxima de 300 km/h. Mesmo com estes valores, o concept anuncia uma autonomia até 700 km/h (WLTP). É possível obter 80% de carga das baterias (com um nível de densidade cinco vezes superior face às que são utilizada atualmente) em 15 minutos com um carregador rápido. Outra das mais-valias deste carro é o sistema de inteligência artificial, localizado na consola central (sendo possível controlá-lo também pelos ocupantes dos lugares traseiros) e facilmente reconhecível pelo seu cristal iluminado – que possui os modos de condução Enhance (que recebe caraterísticas do ambiente exterior), Cocoon (que permite uma privacidade extrema), Capture (que grava experiências anteriores), Re-Live (que repete dos principais momentos de uma volta que já tenha feito com o carro) e Costumize (como o nome indica, personalizável). A Bentley quer levar a interativa a outro nível com a introdução de um sistema capaz de aprender e antecipar os desejos dos ocupantes, quando fatores como as condições de iluminação, piso da estrada e clima, por exemplo, sofrem alterações. Existem três configurações possíveis dos quatro bancos, dependendo se a condução foi autónoma ou manual. Há ainda a opção de prescindir da condução e deixar o carro andar sozinho.

O interior com espaço digno de uma limusina conta com aplicações em couro, madeira com detalhes em tons de cobre, lã e alumínio – todos eles “amigos do ambiente”, segundo a marca. A Bentley não prevê levar este carro para a produção.

Deixe uma resposta

*