Toyota mostra como será novo Mirai de tração traseira

Toyota Mirai View Gallery 8 photos

Protótipo do Salão de Tóquio antecipa segunda geração da berlina movida a pilha de combustível.

A Toyota desvendou um protótipo que antecipa a segunda geração do Mirai, que será revelada ao grande público a 24 de outubro no Salão de Tóquio. Este concept car surge aqui numa fase avançada de desenvolvimento, devendo mudar muito pouco quando chegar à produção, em 2020. Visualmente mais ousado do que o modelo da primeira geração (lançado em 2014), este estudo de formato coupé, promete ser um passo em frente no que toca à tecnologia FCEV (pilha de combustível), oferecendo mais 30% de autonomia – que deverá rondar os 500 km. O novo Mirai será feito com base na plataforma modular TNGA, o que lhe permitirá ter um centro de gravidade mais baixo e maior rigidez torsional. O concept tem 4935 mm de comprimento, 1885 mm de largura e 2920 mm de distância entre eixos, com jantes de 20 polegadas. Apesar de manter o formato de berlina, assume uma configuração de tração traseira.

O interior também foi renovado, tendo agora capacidade para cinco ocupantes e onde predomina um ambiente de maior qualidade. Dispõe de um ecrã central tátil de 12,3 polegadas para operar o novo sistema de infotainment Premium Multimedia e de um painel de instrumentos digital de 8 polegadas, o que lhe permitiu reduzir o número de botões agora concentrados na consola central. Existe ainda um espelho retrovisor interior que projeta as imagens captadas pela câmara traseira – solução já vista no RAV4.

A Toyota diz também que modificou a configuração do sistema de pilha de combustível e aumento a capacidade de armazenamento de hidrogénio, assegurando um “layout” mais compacto e um funcionamento mais linear, o que permitirá melhorar o comportamento do carro face ao antecessor.

Deixe uma resposta

*