Ford S-Max e Galaxy híbridos de 200 cv chegam em 2021

Ford S-Max e Galaxy

Para o efeito, a marca norte-americana vai investir 42 milhões de euros na fábrica de Valência.

A Ford anunciou que investirá 42 milhões de euros numa das suas principais fábricas na Europa, em Valência (Espanha), com vista à introdução de versões híbridas “self-charging” (que não necessitam de ligar à corrente) dos monovolumes S-Max e Galaxy e para duas novas linhas de montagem de baterias. A dupla de modelos “eletrificados” chegará no início de 2021 recorrendo ao mesmo sistema utilizado no novo Kuga. Em causa está um motor 2.5 de quatro cilindros a gasolina associado a um sistema elétrico de 48V e um pack de baterias de iões de lítio posicionado no piso do carro. O objetivo é ter 200 cv de potência e 210 Nm. A potência é enviada para as rodas da frente através de uma caixa automática de oito velocidades. O objetivo da Ford é que estes modelos emitam cerca de 140 g/km de CO2, sendo que ambos terão a capacidade de circular em modo 100% elétrico. O S-Max continuará a estar disponível com configurações de cinco e sete lugares, enquanto o Galaxy terá sempre sete lugares, mantendo em ambos os casos a volumetria máxima da bagageira até 2200 e 2339 litros, respetivamente.

A Ford prevê lançar 14 modelos “eletrificados” na Europa até ao final de 2020.

Deixe uma resposta

*