Mercedes-Benz 560 SEL AMG vai a leilão

Mercedes-Benz 560 SEL AMG View Gallery 22 photos

A berlina foi um dos primeiros veículos de quatro portas a conseguir alcançar os 300 km/h.

Até 1993, o ano em que foi lançado o primeiro automóvel em parceria oficial com a AMG, a Mercedes-Benz era um dos construtores que não se dedicava a fabricar veículos desportivos. Todavia, apesar de algo desconhecida, a preparadora já existia e modificava uma diversidade de modelos provenientes de Estugarda.

Um exemplo disso é o 560 SEL (W126) AMG, uma das berlinas mais poderosas do seu tempo. O motor V8 naturalmente aspirado de origem era modificado pela AMG, o que significa que passava a contar com 6.0 litros enquanto debitava 385 cv de potência e 555 Nm de binário através de uma caixa automática de 4 velocidades. Dadas as suas capacidades, este veículo foi um dos primeiros automóveis de quatro portas a conseguir alcançar os 300 km/h. Visualmente, o modelo apresentava umas novas jantes específicas da preparadora, umas “saias” laterais e ainda uns acrescentos exteriores ao para-choques dianteiro e traseiro. Já o interior, revestido em pele, permanecia inalterado.

Este exemplar do 560 SEL AMG, produzido em 1989, foi recentemente restaurado na íntegra e possui apenas 93,747 quilómetros no odómetro. Sem um preço base de reserva, o veículo foi proposto a leilão pela mão da RM Sotheby’s para os dias de 24 a 27 de junho, num evento que se realizará em Essen, na Alemanha.

Deixe uma resposta

*