Ferrari lucrou 90 mil euros por carro em 2019

Ferrari Roma

Marca de Maranello continua a ser mais lucrativa da indústria, com uma margem operacional de 23,2%.

A Ferrari continua a ser um caso especial na indústria automóvel. Os resultados de 2019 agora divulgados pelo Fiat Group World (um site não oficial da FCA, onde normalmente são publicadas análises de mercado) foram apenas uma confirmação de mais um excelente ano para o construtor italiano. Foi a primeira vez que a marca de Maranello superou a barreira das 10 mil unidades/ano na sua história, com um total de 10.131 registos. Estes números resultam de um ano bastante ativo para a Ferrari, com lançamento de novos modelos e algumas edições limitadas. O ano de 2019 permite à Ferrari destacar-se das demais marcas de automóveis, com uma margem operacional de 23,2% – o que é quase mais 10% face à rival Porsche. Fazendo as contas, equivale a um lucro superior a 86 mil euros por cada carro comercializado no ano passado.

A Ferrari espera melhorar ainda a sua prestação comercial para níveis sem precedentes assim que lançar o SUV Purosangue. Isto caso o novo modelo tenha um sucesso alinhado com o Urus, que permitiu à Lamborghini duplicar as vendas anuais.

A mesma fonte destes números diz que para atingir os mesmos ganhos da Ferrari, por exemplo, a BMW precisa de vender 30 carros, a FCA cerca de 95 e a Nissan 926 unidades.

Deixe uma resposta

*