Opel Manta celebra o seu 50.º aniversário

Opel Manta View Gallery 21 photos

Lançado em 1970, o modelo procurava responder às necessidades de um mercado repleto de coupés desportivos.

O Opel Manta é, até aos dias de hoje, um dos desportivos mais carinhosamente recordados pelos fãs do construtor com sede em Rüsselsheim. Lançado em setembro de 1970, o modelo apresentava-se como uma autêntica novidade na gama, ao procurar responder a um mercado repleto de coupés desportivos para quatro passageiros. Essa aposta deu frutos, o modelo acabou por ter sucesso ao longo da sua vida e foram vendidos mais de um milhão de exemplares.

Apesar de partilhar a plataforma, componentes e motores com o Ascona, o coupé desportivo conseguiu diferenciar-se do seu “irmão” graças ao design, a um nível de equipamento superior e à mística criada em volta dele. Curiosamente, parte desse encantamento foi propositadamente estudado pela Opel aquando da escolha do seu nome e logótipo… Reza a história que o responsável pelo design da marca germânica na altura, George Gallion, escolheu a designação Manta pelo bom desempenho comercial obtido por outros desportivos que recorriam a nomes de animais, como o Ford Mustang e o Corvette Stingray. Já o logótipo, foi escolhido a partir de uma imagem captada por Jacques Cousteau, um conceituado biólogo marinho francês, que chamou a atenção do designer. O que é certo é que tanto a geração A, como a geração B do modelo alemão conquistaram um lugar na história da Opel.

Esse estatuto foi ainda cimentado pelo desempenho do Manta no desporto automóvel, especialmente na versão 400, que foi elaborada para cumprir o número mínimo de produção das unidades necessárias para a homologação de uma versão de competição. Mesmo 50 anos depois, o Opel Manta continua bem presente na memória de todos aqueles que tiveram algum tipo de contacto com ele. É disso que são feitos os automóveis intemporais.

Deixe uma resposta

*