Ford GT assinala vitória especial de Ken Miles

Ford GT Heritage Edition View Gallery 25 photos

Edição especial do supercarro remete para o emblemático GT40 que triunfou em Daytona em 1966.

A Ford vem apostando em edições comemorativas do seu topo de gama GT que assinalam alguns dos seus momentos históricos da competição. E um dos mais incontornáveis é certamente o triunfo da dupla formada por Ken Miles e Lloyd Ruby nas 24 Horas de Daytona em 1966. Aliás, esse foi um ano extremamente importante o programa desportivo da marca da Oval Azul. Depois da experiência adquirida nos dois anos anteriores, a equipa de Shelby apresentou o GT40 que viria a dominar o panorama das corridas de resistência nesses anos – basta recordar o histórico triunfo sobre a Ferrari nas 24 Horas de Le Mans e meses antes nas 12 Horas de Sebring. Mas o passeio glorioso no ano de 1966 começou em Daytona e foi para comemorar esse importante triunfo que a Ford criou esta nova Heritage Edition, cujo número de exemplares ainda não foi revelado.

Neste caso, o Ford GT surge com um capot em preto, detalhes em vermelho, riscas em preto e o número 98 em alusão ao modelo original de corridas. Destaque também para os vários detalhes em fibra de carbono, jantes forjadas em alumínio de peça única Heritage Gold de 20 polegadas e travões da Brembo com pinças monobloco em vermelho lacado. A Ford disponibiliza ainda jantes em fibra de carbono exposta de 20 polegadas integradas num Heritage Upgrade Package opcional. Por dentro, realce para os apontamentos em Alcantara nos bancos, tablier e volante. Em termos mecânicos, o GT mantem os préstimos do motor V6 3.5 Ecoboost com 655 cv, a funcionar em conjunto com uma caixa Getrag Powershift de dupla embraiagem de sete velocidades.

Além do GT Heritage Edition, a Ford apresentou um Studio Collection package, com novas cores personalizáveis, desenvolvidas entre a Ford Performance e a Multimatic, os responsáveis pela produção do GT. Haverá apenas 40 unidades do GT com este pack Studio Collection entre 2021 e 2022 (ano do término da produção do supercarro).

Deixe uma resposta

*