Peugeot revela híbrido plug-in 508 PSE com 360 cv

Peugeot 508 PSE View Gallery 18 photos

Marca de Sochaux estreia nova família de modelos desportivos eletrificados no formato berlina e carrinha.

Tal como o protótipo de 2019 fazia antever eis que a Peugeot decidiu enveredar por uma nova família de modelos eletrificados para a versão de topo da gama 508 – dignos sucessores espirituais do 405 T16. Com a designação Peugeot Sport Engineered (PSE), a dupla formada pelos híbridos plug-in 508 PSE (berlina) e pelo 508 PSE SW (carrinha) torna-se assim nos modelos de produção mais potentes de sempre da marca de Sochaux com 360 cv. Com abertura de encomendas prevista para meados de outubro e entregas para a primeira metade do próximo ano, estes 508 PSE pretendem também ser uma montra tecnológica do hipercarro que entrará em Le Mans em 2022.

O 508 PSE combina os préstimos de um motor 1.6 de quatro cilindros turbo a gasolina com 200 cv às 6000 rpm e 300 Nm às 3000 rpm com uma dupla de motores traseiros – um com 100 cv no eixo dianteiro e outro com 113 cv no eixo posterior – que debitam um total de 360 cv e 520 Nm às quatro rodas através de uma caixa automática de oito velocidades. Face a estas especificações, este 508 PSE (com 1850 kg no caso da berlina e 1875 kg no caso da SW) anuncia 0-100 km/h em 5,2 segundos e uma velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h. Isto equivale a 136 cv adicionais face ao 508 GT plug-in convencional e 1,4 segundos a menos no percurso 0-100 km/h. Os motores elétricos são alimentados por uma bateria de iões de lítio com 11,5 kWh que não roubam espaço na bagageira (487 litros na berlina e 530 litros na SW) e que oferecem um modo elétrico até 50 km na berlina e 42 km na SW. As baterias carregam na sua totalidade em 2h caso sejam ligadas a uma wallbox de 7,4 kW, 4h numa tomada reforçada de 16 amperes ou em 7h numa tomada doméstica. Os consumos combinados homologados são de 2 l/100 km e as emissões de CO2 de 46 g/km.

De modo a reforçar a agilidade e o prazer de condução destes modelos, a Peugeot incluiu no 508 PSE amortecedores com três níveis de afinação (Comfort, Hybrid e Sport), vias 24 mm mais largas à frente e 12 mm atrás, encaixou de série jantes de 20 polegadas, pneus Michelin Pilot Sport 4S de medida 245/35 R20 e discos de travão de 380 mm mordidos por pinças de quatro êmbolos no eixo dianteiro. É possível escolher entre cinco modos de condução. O modo Electric deixa o motor a gasolina desligado a velocidades até 140 km/h, o Comfort suaviza o amortecimento, o Hybrid vai utilizando os diferentes propulsores conforme for mais conveniente e o Sport tira o máximo partido do sistema híbrido, tornando a direção, suspensão e resposta ao acelerador mais condizentes com uma condução mais envolvente. Por fim, o modo 4WD permite o máximo de tração em situações de piso escorregadio.

Esteticamente, a nova dupla eletrificada distingue-se dos demais 508 pelos detalhes em verde brilhante no exterior e nas pinças de travão. A isso acrescenta jantes de 20 polegadas com desenho específico, aletas aerodinâmicas, difusor em preto brilhante e detalhes decorativos contrastantes em preto. Por fim, destaque para a assinatura em forma de garra Kryptonite, inspirada no design dos farolins traseiros do histórico 504 Coupé, aplicada nas asas dianteiras, volante e painel do vidro traseiro. Os PSE estão disponíveis nas cores Perla Nera Black, Pearl White e Selenium Grey (específica deste modelo).

Por dentro, o PSE não difere muito do i-Cockpit do 508 convencional, com um ecrã central de 10 polegadas e teclas tipo piano por baixo. As diferenças mais evidentes prendem-se com a decoração em verde brilhante nos pespontos, detalhes em madeira e amarelo, bancos em couro e Alcantara, sistema de som Focal de série e grafismo específico na instrumentação e infotainment. Entre o equipamento de série, destaque para o sistema de visão noturna, cruise control ativo, aviso de saída de faixa, detetor de obstáculos com travagem de emergência e HUD.

Deixe uma resposta

*