Rolls-Royce poderá avançar com Phantom elétrico em 2022

Rolls-Royce 102EX Concept View Gallery 2 photos

Silent Shadow partilhará o sistema propulsor com o próximo BMW i7.

Os responsáveis da Rolls-Royce nunca viram com bons olhos a utilização de sistemas híbridos. Ao invés disso, o fabricante de luxo tem um plano tração para transitar dos tradicionais motores a combustão para os 100% elétricos – tal como o concept 102EX de 2011 (feito com base no Phantom) já fazia antever. De acordo com o BMW Blog, os responsáveis de Goodwood registaram a patente na Alemanha do novo do primeiro “Rolls” elétrico, que se chamará Silent Shadow. Previsto para 2022, ao que reza a Car Magazine, este modelo será uma derivação do novo Phantom. No entanto, a Automotive News vai mais longe e diz que o modelo elétrico será um substituto do coupé Wraith e do descapotável Dawn – que nos próximos anos terminarão o seu ciclo de produto.

De modo a conseguir poupar nos custos de desenvolvimento, no novo Phantom Silent Shadow, a opção do grupo BMW, a proprietária da Rolls-Royce, deverá passar pela partilha do sistema propulsor do BMW i7 (derivação elétrica do Série 7) e do próximo M5 elétrico. Estimativas preliminares apontam que o primeiro modelo “zero emissões” da Rolls-Royce possa pesar 3,6 toneladas, apesar da estrutura em alumínio do Phantom. Isso deverá forçar o fabricante a reduzir o peso em mais de 100 kg de modo a que evite homologação como veículo pesado.

Os planos para modelos elétrico da Rolls-Royce não se ficam por aqui, estando em agenda para 2027 um Cullinan Silent Shadow. Outro forte candidato a receber uma versão elétrica é o recém-estreado Ghost.

Deixe uma resposta

*