Preparadora eleva Chevrolet Camaro aos 1065 cv

Yenko SC Stage 2 Camaro by SVE View Gallery 10 photos

A Specialty Vehicle Engineering produzirá apenas 50 unidades desta versão ainda mais agressiva do “muscle car”.

Sendo um verdadeiro “muscle car”, o Chevrolet Camaro possui uma boa dose de potência, especialmente na sua versão mais desportiva ZL1. Ainda assim, parece que a potência nunca é exagerada aos olhos dos clientes norte-americanos. Com o objetivo de satisfazer esses desejos, uma preparadora chamada Specialty Vehicle Engineering (SVE) decidiu desenvolver um conjunto de melhorias que tornam o desportivo ainda mais “performante”.

Utilizando como base a versão com o pacote 1LE, os engenheiros resolveram aumentar o seu desempenho através de uma afinação mais agressiva do supercompressor. Para além disso, recebeu ainda uma cambota em aço forjado, pistões forjados em alumínio, um sistema de injeção de combustível mais eficaz e um sistema de escape com maior fluxo de gases. O resultado são uns absolutamente impressionantes 1065 cv de potência e 1220 Nm de binário. De forma a lidar com esse incremento de potência, todo o sistema de refrigeração acabou por ser revisto pela SVE e foi instalada uma suspensão completamente redesenhada com novas molas, amortecedores e barras estabilizadoras que conservam a tecnologia Magnetic Ride Control equipada de fábrica.

Apesar de todas estas alterações debaixo do capot, não é fácil distinguir este Camaro Yenko/SC do modelo de produção. Esta versão conta apenas com um capot em fibra de carbono, um conjunto de emblemas/autocolantes específicos e ainda umas novas jantes em liga leve. Já o interior, recebe uma placa numerada, emblemas nas embaladeiras e tapetes que denunciam a versão em causa. Dada a sua especificidade, a SVE anuncia que são produzidos somente 50 exemplares com a conversão disponível nos concessionários norte-americanos da Chevrolet. Ao preço base de 37 mil euros de um Camaro 1LE será necessário acrescentar cerca de 60 mil euros da transformação, culminando num valor a rondar os 97 mil euros.

Deixe uma resposta

*