AC Cobra de Le Mans de 1963 regressa com motor elétrico

AC Cobra 24 Horas de Le Mans 1963 View Gallery 4 photos

Ao todo serão construídas 12 réplicas do mítico modelo de competição que terão 625 cv.

A AC Cars, a responsável pelo mítico Cobra, tornou público o seu regresso há poucos meses, com uma mecânica atualizada e com uma versão 100% elétrica de uma série limitada a 58 cópias do modelo de estrada. Agora, a marca britânica anunciou que lançará uma edição limitada a 12 unidades inspirada no modelo que correu as 24 Horas de Le Mans em 1963. Esta edição ainda mais exclusiva do mítico modelo de competição é também totalmente elétrica. Em causa está um modelo com 625 cv/460 kW e 1000 Nm de binário máximo – o Cobra elétrico de estrada tem 312 cv. Esta novo Cobra elétrico de corridas vem equipado com uma bateria de 54 kWh de capacidade, que lhe permite alcançar até 193 km de autonomia (WLTP). Estas caraterísticas permitem-lhe acelerar de 0 a 100 km/h 4,2 segundos, de acordo com as estimativas do fabricante.

Apesar disso, o objetivo é construído uma recriação o mais fiel possível do modelo de correu na emblemática prova de resistência, recorrendo para tal a tecnologia utilizada há seis décadas, nomeadamente com a aplicação de forma artesanal dos painéis de alumínio da carroçaria e o teto fechado amovível – a principal diferença para os modelos de estrada – que serviu para melhorar a aerodinâmica. Como não poderia faltar, o novo Cobra elétrico de competição envergará as cores do modelo original – na verdade, foram dois que correram nesse ano: com os números de registo 29 PH e 645 CGT.

Cada unidade desta série limitada custa 665.125 euros. Está previsto que possam correr na próxima edição das 24 Horas de Le Mans, previstas para 12 e 13 de junho de 2021.

Deixe uma resposta

*