Lamborghini SC20 é a nova barchetta com 770 cv

Lamborghini SC20 View Gallery 21 photos

Exemplar único tem aerodinâmica aprimorada para pista e um motor V12 atmosférico.

A Lamborghini Squadra Corse apresentou o exemplar único SC20. Tal como aconteceu com o SC18, outro exemplar único, esta nova criação da divisão desportiva da marca de Sant’Agata Bolognese é desenvolvida tendo como base o Aventador. Trata-se de um speedster/barchetta sem para-brisas nem tejadilho, ao estilo do McLaren Elva, entre outros, que ganha uma nova frente concebida de forma a desviar o máximo de ar possível da zona do habitáculo. O aprimoramento aerodinâmico do novo SC20 é inspirado na versão de competição Huracán GT3 Evo, com um lábio dianteiro alargado e novas entradas de ar no capot. As alterações laterais esculpidas são adaptadas do Essenza SCV12, outro modelo para pista, e a asa traseira em fibra de carbono pode assumir três posições diferentes.

A marca italiana diz que o SC20 combina elementos do Diablo VT Roadster, Aventador J, Veneno Roadster e Concept S. O supercarro possui uma carroçaria em fibra de carbono e vem munido de pneus Pirelli P-Zero Corsa e jantes de 20 polegadas à frente e de 21 polegadas atrás, além de jantes em alumínio com porca central. Este “one-off” desenhado no Centro Stile da Lamborghini possui detalhes específicos pedidos especialmente pelo comprador, que começam logo na assinatura luminosa traseira. A isso junta a carroçaria em Bianco Fu complementada por detalhes em Blu Cepheus, utilizados também no interior. Existem elementos em fibra de carbono exposta no tablier, painéis das portas, volante e consola central e as saídas de climatização foram criadas através de impressão 3D.

Este modelo de “cabelos ao vento” homologado para estrada vem animado por um motor V12 6.5 naturalmente aspirado (com a mesma configuração utilizada no Aventador SVJ) capaz de debitar 770 cv às 8500 rpm e 720 Nm às 6750 rpm – pelo que é aconselhável utilizar capacete. A responsabilidade de distribuir a potência pelas quatro rodas é da caixa ISR de sete velocidades e de um diferencial central eletrónico. Para já, ainda não foi revelado o preço, mas estima-se que possa rondar os 6 milhões de euros.

Deixe uma resposta

*