Peugeot e-308 confirmado para 2023

Peugeot e-308

No entanto, na nova geração do pequeno familiar não está prevista nenhuma variante desportiva com o selo PSE (os “novos” GTI).

A Peugeot confirmou que vai lançar um 308 elétrico em 2023. Em entrevista concedida à Automotive News Europe, Linda Jackson, a CEO da marca de Sochaux, o e-308 será um concorrente direto do Volkswagen ID.3. Esta inédita variante “zero emissões” do pequeno familiar da Peugeot não partilhará o seu hardware com o futuro e-3008 (e-P64), previsto para o final de 2023. Isto porque o SUV contará com uma nova base e-VMP, um motor elétrico Nidec/PSA e uma nova bateria fornecida pela ACC (ou pela BYD). Vocacionada para modelos elétricos para os segmentos C e D, a plataforma e-VMP está preparada para receber baterias com 60 e 100 kWh de capacidade.

Já o e-308 de base EMP2 V3, por uma questão de custos instalará o motor e o sistema elétrico disponíveis na dupla e-208/e-2008 e nos comerciais e-Rifter/e-Partner. Além do provável incremento de potência, o grande desafio dos engenheiros franceses será a autonomia extraída da bateria de 50 kWh – que no caso dos referidos furgões promete ficar-se no máximo em redor de 275 km (WLTP). A confirmação do e-308 vem numa altura em que as vendas das versões elétricas do 208 e 2008 representam cerca de 10% da gama, segundo Jérôme Micheron, o responsável de produto da Peugeot.

Pelo caminho na nova geração do 308 ficará, no entanto, ao contrário do que chegou a especular, qualquer tipo de versão “espigada”. O que significa que não está prevista uma variante Peugeot Sport Engineered (PSE), em substituição do 308 GTI. A responsável principal pela marca francesa justifica a decisão pela diminuição da procura de “hot hatches”.

Deixe uma resposta

*