Britânicos criam exemplar único do Porsche 911 964

Theon Design HK002 Porsche 911 View Gallery 41 photos

Theon Design pediu 400 mil euros por um processo de restauro e transformação que demorou 18 meses a concluir.

Os fãs da Porsche recordam com particular saudade das gerações com motor arrefecido a ar do 911, em especial do 964. Agora, os britânicos da Theon Design (fundada pelo designer Adam Hawley) restauraram um exemplar deste modelo a pedido de um cliente de Hong Kong. Rebatizado HK002, este exemplar totalmente restaurado e ligeiramente atualizado. A carroçaria deste “restomod” foi atualizada, há novidades mecânicas e alguma tecnologia moderna no interior.

Neste minucioso processo, com elevada atenção ao detalhe, a carroçaria é totalmente nova, feita com recurso a scan 3D. O capot “comprido” é inspirado nos primeiros 911 e os arcos das rodas mais proeminentes são replicados de propostas mais recentes da casa de Zuffenhausen como os 911 S e 911 T. A maioria dos painéis da carroçaria são feitos a partir de aço trabalhado artesanalmente, e os para-choques e o spoiler traseiro em fibra de carbono têm origem num fornecedor da F1. Segundo a Theon, em futuras encomendas será possível escolher a carroçaria toda em carbono. Outro detalhe de influencia moderna (nomeadamente do 911 Speedster 991 de 2018) são os espelhos em alumínio ajustáveis eletricamente.

A Theon possibilita escolher entre motores entre 3.6 e 4.0 de capacidade, com opção de sobrealimentação. Este HK002 vem equipado com um 3.8 de seis cilindros boxer arrefecido a ar a debitar 371 cv e 400 Nm – mais 124 cv que o 964 original – no eixo traseiro. Além de um novo sistema de injeção, foram incluídos pistões de alto desempenho da Mahle e uma árvore de cames da Carrillo. A caixa manual de seis velocidades foi retirada do 911 993. A altura ao solo foi reduzida com a inclusão de uma suspensão de competição KW. O preparador de Oxfordshire promete uma distribuição próxima dos 50:50, com a direção e o sistema de ar condicionado montados numa posição mais baixa.

Por dentro, o HK002 ganha bacquets da Recaro revestidos em couro verde semianilina e Spinneybeck com uma lista amarela, fibra de carbono exposta e volante Nardi com costuras especiais. Apesar do aspeto retro, há uma câmara de auxílio ao estacionamento, sistema de som e um carregador sem fios para o smartphone. O processo de restauro demorou 18 meses a concluir e custou 400 mil euros.

Deixe uma resposta

*