Mitsubishi recupera sigla Ralliart

Mitsubishi Triton/L200 Ralliart Parts

Emblema é indissociável do sucesso no WRC e no Dakar.

Durante a apresentação dos resultados financeiros de 2020, a Mitsubishi anunciou que vai ressuscitar a sigla Ralliart. Esta divisão desportiva do emblema nipónico fica ligada (ao longo de 25 anos de história) aos sucessos no Campeonato do Mundo de Ralis e no Dakar. Após mais de uma década de paragem, ainda não foi revelada a abrangência das atividades da Ralliart. O primeiro teaser mostra uma L200 “vestida” com a nova linha de acessórios inspirada na competição Ralliart Parts. A imagem mostra uma grelha diferente, apontamentos em vermelho e autocolantes na carroçaria que lhe conferem um aspeto mais desportivo. No programa deverá estar ainda um aumento de potência e modificações ao nível do chassis. Resta saber se a Mitsubishi optará por utilizar o nome Ralliart para versões assumidamente de cariz desportivo, como fez em tempos em versões especiais do Lancer e do Colt.

Durante a apresentação, Takao Kato, o CEO da Mitsubishi acrescentou que este anuncio equivalerá ao regresso a competições a uma escala mundial – o que deixa em aberto o regresso a curto-prazo ao Dakar e, quem sabe (embora seja uma hipótese bem mais remota), ao mundial de ralis.

A sigla Ralliart foi criada pelo antigo piloto Andrew Cowan em 1983 e deu que falar devido aos quatro títulos consecutivos no WRC com Tommi Mäkinen com o Lancer Evo no final da década de 1990 e com os 12 triunfos no Dakar.

 

Deixe uma resposta

*