Berlina MG6 XPower parece um carro de corridas para a estrada

MG6 XPower

Modelo recupera a designação utilizado no XPower SV comercializado entre 2003 e 2005.

A MG está de volta à Europa, incluindo o mercado português, focando-se sobretudo em carros híbridos e elétricos competitivos. Agora, poucos dias de ter sido confirmada a produção do Cyberster, foi mostrado na China o “primeiro modelo modificado de fábrica” da marca de origem britânica, o MG6 XPower. Trata-se de uma versão “apimentada” da berlina MG6 que recupera o nome que foi utilizado pela última vez no coupé de motor V8 XPower SV entre 2003 e 2005. Além da cor verde específica deste modelo, ao estilo British Racing Green, complementada por apontamentos em preto, há entradas de ar maiores, um lábio dianteiro mais pronunciado, uma grelha específica com barras verticais, travões com discos maiores e pinças em verde, jantes com um novo desenho acompanhadas de pneus de baixo perfil, saias laterais maiores, arcos das rodas alargados, difusor traseiro imponente, quatro ponteiras de escape e uma asa traseira sobredimensionada. Esteticamente, o MG6 Power assemelha-se a propostas como o Subaru WRX STI e o Honda Accord Type R.

Por dentro, destaque para os cintos de segurança em verde, bacquets com inscrição XPower, volante de fundo plano revestido em couro e microfibra com pespontos em tons contrastantes, soleiras das portas com a inscrição “Limited Edition”, detalhes em microfibra no tablier e infotainment com aspeto específico. Para já, ainda não dados referentes ao motor deste modelo desportivo. Especula-se que o MG6 XPower poderá recorrer a uma versão melhorada do 1.5 de quatro cilindros turbo a gasolina. Pelas imagens é percetível, no entanto, que terá caixa automática.

O MG6 XPower deverá ser uma edição limitada da berlina da marca atualmente detida pelos chineses da SAIC. A informação completa acerca deste novo 6 XPower será revelada no decurso das próximas semanas. O “6” foi comercializado no Reino Unido na primeira geração, tendo sido descontinuado nesse mercado em 2016. Não está prevista a introdução da segunda geração (IP 32), que foi alvo de um facelift no ano passado – que atualmente está disponível na China e nos Emirados Árabes Unidos, entre outros territórios.

 

Deixe uma resposta

*