Ingleses fazem Jaguar E-Type com motor V12 de 400 cv

Unleashed Jaguar E-Type

Cada unidade do “Unleached” demora 4 mil horas a construir.

A E-Type UK dedica-se desde 2008 à comercialização, restauro e reconstrução dos modelos mais conhecidos da Jaguar. O seu novo ramos de negócio passa agora por recriações modernizadas de alguns dos modelos mais emblemáticos do emblema britânico, tal como este “Unleashed”, que não é mais do que um “restomod” do E-Type Série 3 (produzido em 1971). O projeto começa sempre com um carro de origem que é então modificado. Neste caso, a primeira coisa a fazer é esticar a plataforma do modelo original. Esta criação refinada e atualizada emprega um motor V12 6.1 (em vez dos 5.3 originais) a debitar 400 cv (quando antes era de 276 cv). Para o efeito foi utilizado um sistema de injeção elétrica, um novo escape desportivo em aço inoxidável e cerâmica, uma nova caixa manual de cinco velocidades que envia a potência para as rodas traseiras, um volante-motor mais leve e barras anti-aproximação renovadas. Há novos travões de disco, pinças de travão dianteiras de quatro pistões, amortecedores totalmente ajustáveis e jantes de 16 polegadas.

Os designers atualizaram o aspeto dos para-choques, da grelha, dos logótipos, acrescentando ainda iluminação em LED. A única limitação é o dinheiro na carteira, uma vez que a quantidade de elementos opcionais personalizáveis é quase infinitiva, desde o tipo de revestimentos às decorações. Realce para os bancos aquecidos, iluminação ambiente em LED, botão “start”, ligação Bluetooth e sistema de som “surround”. As mordomias modernas continuam ainda com o fecho centralizado, vidros elétricos, para-brisas aquecido, ar condicionado, a que de juntam os acabamentos em alumínio.

Ao todo foram precisas mais de 4 mil horas de trabalho para operar esta transformação. O preço da conversão começa nos 378.350 euros, sem contar com o carro de origem.

Deixe uma resposta

*