Bentley revela Flying Spur Hybrid com 544 cv

Bentley Flying Spur Hybrid

Versão híbrida plug-in da berlina de luxo garante mais de 40 km de autonomia em modo elétrico.

A Bentley apresentou o seu segundo híbrido plug-in: o Flying Spur. Esta nova versão Hybrid conjuga um motor V6 2.9 biturbo a gasolina de 416 cv e 550 Nm disponível às 5650 rpm com um motor elétrico de 136 cv e 400 Nm, para uma potência combinada de 544 cv e 750 Nm – mais 95 cv e 50 Nm face ao Bentayga Hybrid. A relação de cv/litros superior a 150 cv bate os valores do Flying Spur V8, graça a injetores e velas de ignição centralizados dentro de cada câmara de combustão. Além disso, os eixos de comando são variáveis até 50 graus. O motor elétrico de binário de elevado permite reduzir o atraso na resposta do turbo.

O motor elétrico é alimentado por uma bateria de 14,1 kWh de capacidade que lhe permite um alcance em modo elétrico superior a 40 km (WLTP). A bateria carrega 100% em 2h30 a um máximo de 7,2 kW. A autonomia total estimada deste conjunto supera os 700 km. O novo Flying Spur Hybrid 0-100 km/h em 4,1 segundos (apenas 0,1 seg. mais lento que o V8) e uma velocidade máxima de 285 km/h. Os valores de consumo e de emissões de CO2 aguardam homologação. Existem três modos de condução: EV Drive, Hybrid Mode e Hold Mode.

Visualmente, o híbrido distingue-se pelo logótipo específico, modo de condução elétrico e quatro ponteiras de escape de formato oval. O sistema de infotainment possui menus específicos, incluindo serviços conectados específicos, ativação de carga remota, pré-climatização da viatura, entre outros. A isso junta um diagrama com o fluxo de energia, estatísticas relativas à eficiência da condução e um indicador da carga da bateria. As entregas do Flying Spur Hybrid arrancarão no final do ano.

Deixe uma resposta

*