Aston Martin Valhalla será produzido com híbrido V8

Aston Martin Valhalla

Marca britânica está a testar o modelo de 950 cv para uma volta Nürburgring em 6 minutos e 30 segundos.

Em 2019, a Aston Martin revelou o protótipo AM-RB 003 no Salão de Genebra, com vista a propor um supercarro abaixo do Valkyrie. Agora este modelo materializou-se no Valhalla, que foi mostrado em versão de produção. E há muitas novidades, sobretudo no sistema propulsor. Em vez do V6 3.0 anunciado em 2020, o supercarro incorporou um V8 4.0 biturbo de colocação traseira adaptado do bloco de origem Mercedes-AMG. Uma vez que possui uma cambota plana e que é capaz de atingir 7200 rpm este pode ser um motor similar ao que foi utilizado no AMG GT Black Series. Este motor que envia potência para as rodas traseiras do Valhalla opera em conjunto com dois motores elétricos colocados dianteiros (um localizado por detrás da bateria e outro posicionado sobre o eixo da frente). Os 204 cv adicionais ajudam a um conjunto de 950 cv e 1000 Nm deste sistema híbrido que permite anunciar 0-100 km/h em 2,5 segundos e uma velocidade máxima de 350 km/h. O objetivo da marca de Gaydon é que o Valhalla seja capaz de fazer uma volta ao circuito de Nürburgring em 6 minutos e 30 segundos – o equivalente a menos 13 segundos que o AMG GT Black Series. O Valhalla utiliza uma caixa de dupla embraiagem de oito velocidades com patilhas no volante desenvolvida em exclusivo pela Aston Martin, especificamente adaptada ao sistema híbrido. O Valhalla dispõe de um diferencial eletrónico de deslizamento limitado no eixo posterior e os motores elétricos permitem fazer marcha-atrás, o que possibilitou a eliminação da tradicional mudança.

O sistema híbrido plug-in do supercarro britânico providencia apenas 15 km em modo elétrico, no qual passa a ser um modelo de tração dianteira a conseguir rolar até a um máximo de 130 km/h. A Aston Martin estima emissões de CO2 combinadas abaixo dos 200 g/km. Graças ao elaborado kit aerodinâmico, o supercarro de 1650 kg e com chassis monocoque em fibra de carbono é capaz de gerar 600 kg de “downforce” a 241 km/h. A sua suspensão dianteira é de tipo “push rod” e a traseira é multibraços. As jantes são em alumínio forjado com 20 polegadas de diâmetro à frente e de 21 polegadas atrás. Os pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, específicos para o modelo. O sistema de travagem “by wire” é acompanhado por discos carbocerâmicos.

O Valhalla começará a ser entregue aos clientes no final de 2023.

Deixe uma resposta

*