GM mostra Corvette de quatro lugares que nunca foi lançado

Corvette C2 de quatro lugares

Protótipo (até agora) secreto derivado feito em 1962 tinha como objetivo projetar um concorrente do Ford Thunderbird.

O Corvette é um dos modelos mais icónicos dos EUA, mas a General Motors revelou agora um conjunto de imagens que mostra um protótipo de 1962 de uma versão de quatro lugares do Corvette Sting Ray que nunca chegou a avançar para a produção. Este concept, encomendado pelo patrão da Chevrolet, Ed Cole, e saído da caneta do designer Larry Shinoda foi agora mostrado através do Instagram. Este estudo tinha como objetivo projetar um potencial concorrente do Ford Thunderbird (um modelo mais orientado para o luxo, que, na verdade, contava com uma configuração interior mais próxima de um 2+2).

Este protótipo feito em fibra de vidro do Corvette para quatro foi um percursor da segunda geração do coupé (a C2) lançada em 1963. O seu elemento mais identificativo, além da segunda fila de bancos, é o vidro traseiro bipartido ao estilo do Bugatti 57 SC Atlantic – solução que viria a ser adotada no Corvette “Split Window” em 1963. O “Vette” para quatro tinha mais 152 mm de distância entre eixos, para um total de 2641 mm. As portas também parecem ser maiores, de modo a facilitar o acesso. Além disso, o tejadilho tem um aspeto mais bolboso comparativamente com o modelo de dois lugares. Aparentemente, foram mesmo razões práticas que condenaram este modelo para quatro ocupantes, uma vez que assim que as pessoas acedessem à segunda fila era preciso remover o banco todo para que conseguissem sair do carro.

A foto a preto e branco foi tirada pelo fotógrafo principal da GM na altura, Walter Farynk.

Deixe uma resposta

*