BMW apresenta “hatch” elétrico feito de materiais reciclados

BMW iVision Circular

Protótipo i Vision Circular vem equipado com baterias em estado sólido.

A BMW revelou no Salão de Munique o i Vision Circular Concept, um hatchback elétrico feito a partir de materiais sustentáveis. Este elétrico compacto de quatro lugares que mistura elementos de um SUV e de um monovolume. Tem dimensões aproximadas às de um i3 e explora uma nova linguagem estética que será introduzida numa nova vaga de modelos elétricos de produção a partir de 2025. Com efeito, o design do carro teve em conta a redução do número de componentes, materiais e acabamentos, incluindo no exterior – onde a tradicional grelha de duplo rim é substituída por uma superfície digital que incorpora os faróis. Os farolins surgem integrados na tampa da mala feita de vidro escurecido. Além disso, o símbolo da BMW é gravado a laser. As rodas são colocadas nas extremidades, de modo a maximizar o espaço interior. A ajudar estão as portas de abertura “suicida”.

O interior é tão ou mais futurista comparativamente com o exterior, com vários elementos cromados e plástico reciclado. Foi reduzida a utilização de cola e os principais elementos são peças únicas com cristais embutidos. Em vez de um ecrã tátil ou painel de instrumentos tradicionais a informação é projetada num “head-up display”. O tablier sobressai um painel impresso em 3D em forma de V com nervuras em cristal com efeito de luz. Os quatro ocupantes viajam em quatro bancos revestidos num material produzido a partir de plástico reciclado e com uma moldura em alumínio. O volante é impresso em 3D e conta com aplicações em madeira. No interior dos pilares C há comandos rotativos aproveitados do sistema iDrive. Destaque ainda para o tejadilho panorâmico em vidro e para o novo sistema de som. Os sons que se ouvem foram compostos por Hans Zimmer. A BMW não forneceu informações técnicas acerca deste carro, nem acerca de potência ou da autonomia.

Apontado para uma eventual realidade de “2040”, este modelo tem um foco especial na sustentabilidade, aplicando os princípios da economia circular. Aliás, este estudo é feito a partir de materiais 100% reciclados. Neles está incluída a bateria em estado sólido, dotada de maior densidade energética comparativamente com a de iões de lítio, além de reduzir a utilização de materiais raros. A carroçaria, por exemplo, é feita de alumínio secundário e muitos dos materiais não são pintados – num conceito muito próximo no Mini Strip. Por fora é utilizado um alumínio anodizado com acabamento dourado que contrasta com a superfície em aço da traseira. Os pneus são feitos a partir de borracha cultivada de forma natural.

Deixe uma resposta

*