Competizione Ventidue é recriação do Ferrari 250 GT SWB

Competizione Ventidue

Modelo britânico traz um motor W12 com um sistema de injeção indireta a hidrogénio.

O Ferrari 250 GT Berlinetta SWB é um clássico raro. Isso faz com que as suas reinterpretações sejam bastante desejáveis. A mais recente é da autoria da Forge Design e chama-se Competizione Ventidue. Além de baseada no modelo original, apresentado no Salão de Paris de 1959, esta recriação nascida no Reino Unido é também inspirada no álbum “Kind of Blue” de Miles Davis e no museu Solomon R. Guggenheim de Nova Iorque assinado pelo arquiteto Frank Lloyd Wright. Para já, o Competizione Ventidue foi mostrado apenas de forma digital, mas o objetivo é reimaginar o carro que Miles Davis poderia ter comprado depois do referido álbum ter saído.

A sua carroçaria é feita com base na versão de competição “SEFAC hot rod” do 250 GT SWB, que venceu as 24 Horas de Le Mans de 1961. Contudo, os painéis em alumínio com 1,1 mm de espessura foram substituídos por uns novos feitos de material compósito. Destaque para os arcos da rodas mais largos, entradas de ar ao estilo Scaglietti e faróis com tecnologia moderna. Para reduzir o peso, foi incluído um vidro traseiro em policarbonato, tiras em cabedal e apenas um espelho retrovisor.

O chassis é feito em alumínio e fibra de carbono, com uma suspensão independente e travões da AP Racing. As jantes Ferrari Campagnolo são em magnésio e com porca de aperto central. Debaixo do capot está uma versão modificada de um motor V12 com um sistema de injeção indireta a hidrogénio, com o objetivo de eliminar as emissões de carbono. A Forge Design não avança com o débito de potência do conjunto, mas o modelo de competição original tinha cerca de 300 cv.

Deixe uma resposta

*