Mazda poderá “eletrificar” MX-5

Mazda MX-5 30th Anniversary

Próxima geração do roadster nipónico poderá adotar sistema híbrido ou elétrico.

A pensar já na próxima geração do MX-5, a Mazda poderá optar pela “eletrificação”. Apesar de o responsável de Pesquisa e Desenvolvimento da Mazda ressalvou à Autocar que é importante preservar algumas das principais caraterísticas do roadster nipónico, precisamente o seu baixo peso e dimensões compactas. Como tal, no entender de Ichiro Hirose, a “eletrificação” poderá comprometer a matriz do modelo. Contudo, o responsável de design Ikuo Maeda ressalva que a perceção do público face a tipo de motores num carro desportivo poderá estar a mudar. Em consequência disso, segundo o homem forte do design do emblema japonês, é preciso acompanhar as tendências, e não ficar para trás. “Queremos olhar para o melhor motor possível para manter o carro tão leve quanto possa ser, mas devido às preferências do público e imposições legais somos obrigados a estudar outras possibilidades”, acrescento Maeda.

Independentemente de ser um modelo de nicho, o Mazda MX-5 tem tido uma prestação comercial relevante nas contas da marca – 13.703 unidades vendidas na Europa em 2018. Por isso, segundo os responsáveis da Mazda é necessário analisar muito bem qual o futuro do novo modelo. Se por um lado é importante por uma motorização híbrida ou 100% elétrica tendo em conta as normas das emissões de CO2, é preciso ter em conta que o “Miata” é um modelo que tem seguidores apaixonados por todo o globo.

Deixe uma resposta

*