Próximo Toyota Aygo deverá ser híbrido

Toyota Aygo

Nova geração do citadino chega em 2021 com um visual crossover.

Ao que tudo indica, a Toyota seguirá o mesmo rumo da maioria dos concorrentes do segmento A e optará por um citadino híbrido a gasolina, de forma a reduzir as emissões de CO2. Segundo apurou a Autocar, o construtor nipónico terá dado “luz verde” a um sistema híbrido para a terceira geração do Aygo – que não será elétrico como se chegou a especular, uma vez que é uma solução ainda cara. O CEO da Toyota Europe, Johan van Jyl, confirmou que o novo modelo, a lançar em 2021, será desenhado e desenvolvido em Bruxelas (Bélgica) e que continuará a ser produzido em Kolin (República Checa). O modelo atual é construído em conjunto com o Citroën C1 e com o Peugeot 108, que, ao contrário do citadino nipónico, não terão sucessor.

O vice-presidente da Toyota Europe, Matt Harrison, explicou o porquê da continuidade do Aygo: “apesar de termos tido problemas no início, estamos a vender 100 mil carros por ano. Percebo que outros construtores não consigam ganhar dinheiro no segmento A, devido à necessidade de incluir mais tecnologia. Mas nós vemos uma oportunidade de melhorar.”

Outra possibilidade é que o novo Aygo (na imagem o modelo atual) adote um visual crossover, com uma posição de condução mais alta e maior altura ao solo – ao estilo do Suzuki Ignis, entre outros.

Deixe uma resposta

*