Jaguar E-Type restaurado depois de 40 anos “perdido”

Jaguar E-Type View Gallery 19 photos

O desportivo estava numa garagem em Inglaterra e foi recuperado por uma empresa especializada.

O Jaguar E-Type é inquestionavelmente um dos automóveis mais bonitos de sempre. Quando foi lançado em 1961, foi o próprio Enzo Ferrari a afirmar que era “o carro mais elegante alguma vez fabricado”. A verdade é que, apesar das suas distintas proporções, um exemplar da primeira série esteve ao longo de 40 anos desaparecido numa garagem situada no sudeste de Inglaterra.

Felizmente, esse Jaguar E-Type Series 1 de 1964 foi encontrado por uma empresa especializada no restauro de modelos oriundos da marca sediada em Coventry, que o conseguiu “reanimar”. Todos os painéis que estavam repletos de ferrugem foram substituídos e o chassis foi reforçado em certos locais tornando-o ainda mais firme do que quando saiu de fábrica. O motor de seis cilindros em linha com 3.8 litros também foi alvo de uma intervenção e até recebeu novos componentes como uma árvore de cames mais eficaz, uma cambota mais leve, um sistema de escape em aço inoxidável, um radiador em alumínio e um depósito de combustível do mesmo material. Como acrescento, também foi instalada uma nova caixa de cinco velocidades, uma suspensão traseira aprimorada e travões melhorados.

Para realizar este restauro, o atual dono do Jaguar pagou uma pequena fortuna e pediu à empresa que pintasse o veículo num tom azul/cinza. Como forma de prestar tributo ao E-Type Lightweight, a abertura da grelha frontal recebeu uma pintura vermelha, formando uma espécie de batom. Não se sabe quem é o proprietário ou quanto custou o restauro, mas ficamos felizes por saber que existe mais um Jaguar E-Type a circular pelas estradas.

Deixe uma resposta

*