Hongqi S9 é o futuro superdesportivo chinês com 1420 cv

View Gallery 4 photos

Com um preço a rondar os 1,23 milhões de euros, será o modelo chinês mais caro de sempre.

Nos últimos anos, o mercado chinês tem assumido uma importância cada vez maior na indústria automóvel. Uma das marcas que auxiliou a perpetuar essa emancipação, a Hongqi, anuncia agora que está a preparar-se para iniciar a produção do superdesportivo híbrido S9. Este modelo, que já havia sido apresentado com pompa e circunstância no Salão de Frankfurt em 2019, tornar-se-á o automóvel chinês mais caro de sempre com um preço a rondar os cerca de 1,23 milhões de euros.

Apesar de ainda não se conhecerem muitos detalhes acerca do S9, o construtor asiático já revelou que será alimentado por um V8 turbo a gasolina que recorrerá a motores elétricos. Embora não se saiba quantos serão, a Hongqi garante que o seu superdesportivo conseguirá atingir 1420 cv de potência e percorrerá o tempo dos 0-100 km/h em apenas 1,9 segundos. Segundo a imprensa chinesa, terá uma carroçaria integralmente contruída em fibra de carbono e será capaz de atingir os 400 km/h.

Tanto o exterior como o interior não serão menos impressionantes graças ao desenho fluído e excêntrico das suas linhas. De forma a manter a sua exclusividade, serão produzidas exclusivamente 70 unidades do Hongqi S9 e é esperado que entre em produção já no inicio do próximo ano.

Deixe uma resposta

*