Novo hipercarro híbrido McLaren Sabre terá 1150 cv

McLaren Sabre View Gallery 4 photos

Sucessor do P1 será uma edição limitada visualmente inspirada no Ultimate Vision GT.

É caso para dizer que a McLaren está a aguçar os dentes. Poucos dias depois de apresentar mais dados acerca do seu novo modelo de acesso, que será um híbrido com motor V6, agora é a vez de ter sido “apanhado” o Sabre (nome que foi registado há poucos meses), o próximo híbrido topo de gama. O protótipo fotografado ainda camuflado num concessionário da marca britânica na Califórnia aponta para o próximo membro da Ultimate Series, uma edição limitada a 15 unidades na qual a McLaren começou por anunciar em outubro de 2018. O modelo para já conhecido pelo nome de código BC-03, uma espécie de sucessor espiritual do igualmente híbrido P1, será visualmente uma evolução do protótipo Ultimate Vision GT, um modelo virtual disponível no jogo de consolas Gran Turismo revelado em 2017. Como tal, espera-se um hipercarro de frente afiada com predominância de linhas angulares e faróis afilados. Visto de perfil, este modelo especial mostra as entradas de ar sobredimensionadas e janelas ao estilo do Senna. A traseira terá oito entradas de ar, uma asa traseira, uma barbatana central, um difusor imponente, uma dupla de ponteiras de escape colocadas ao centro e uma barra fininha em LED.

Dinamicamente, o Sabre promete ser um modelo inspirado no Senna GTR. Ao que tudo indica, o novo super híbrido deverá adotar o mesmo motor do Senna de competição, um motor V8 4.0 biturbo a enviar 800 cv no eixo traseiro. Contudo, este será integrado num esquema híbrido, tal como no modelo virtual Ultimate Vision GT, acrescentando um motor elétrico encaixado em cada uma das rodas dianteiras. O conjunto deverá redundar num total de 1150 cv e 1275 Nm, com tração integral, o que transformará o Sabre no modelo mais potente de sempre da McLaren. Já o interior deverá ser muito alinhado com o Senna GTR, com um painel de instrumentos digital, um volante ao estilo dos modelos de competição e bacquets em fibra de carbono.

Os preços deste McLaren Sabre, um potencial concorrente do Koenigsegg Jesko, Pagani Huayra BC e Bugatti Chiron Pur Sport, deverão começar num valor mínimo de 2,8 milhões de euros.

Deixe uma resposta

*