Porsche 911 eFuel previsto para 2024

Porsche 911 Turbo S

Construtor de Zuffenhausen vai apostar em força nos combustíveis sintéticos com vista à neutralidade carbónica.

Com o lançamento do Taycan e com o Macan elétrico já confirmado, a Porsche parece não ter pressa em apostar num 911 elétrico. Apesar disso, o desportivo deverá receber uma versão híbrida ainda no decurso desta geração 992. Mas, não satisfeita apenas com a “eletrificação” de cerca de metade da sua gama até 2025 (onde se incluirá os novos 718 Cayman e Boxster), com vista à redução das emissões de CO2, a marca de Zuffenhausen apresta-se para apostar nos combustíveis sintéticos. Segundo Michael Steiner, o responsável de pesquisa e desenvolvimento da Porsche, citado pelo jornal Automobilwoche, o candidato ideal para receber uma versão eFuel é o 911 Carrera. Aliás, a partir de 2024 icónico desportivo contará apenas com esse tipo de combustível.

Nesta fase, está em fase de aprovação um projeto para a construção de uma fábrica de eFuel no Chile, sendo que a energia necessária para a produção deste combustível será apenas de origem eólica. A empresa de energia local Andes Mining & Energy está a construir um sistema piloto juntamente com a Siemens Energy e com os italianos especialistas em energias renováveis da Enel que deverá estar disponível em 2022. A razão da escolha desta zona geográfica está relacionada com os ventos fortes oriundos da Antártida.

Os eFuel podem ser Diesel, gasolina ou gás natural e segundo Steiner, os combustíveis sintéticos não têm qualquer tipo de desvantagens comparativamente com os combustíveis convencionais. Caso tudo avance tal como o previsto, com a introdução do eFuel, a Porsche ambiciona ter a sua gama completa com neutralidade carbónica.

A aposta no eFuel não se cingirá apenas aos modelos de estrada, devendo também ser utilizado nos programas de competição da Porsche.

Deixe uma resposta

*