Kia faz Sportage específico para os europeus

Kia Sportage

Nova geração do SUV conta com opções Diesel, “mild hybrid”, “full hybrid” e PHEV.

A Kia desvendou uma versão específica para a Europa da quinta geração do Sportage, que será exibido ao grande público pela primeira vez no Salão de Munique na próxima semana. Feito com base na plataforma N3 (a mesma do “irmão” Hyundai Tucson), o SUV compacto tem 4515 mm de comprimento (menos 85 mm que a versão “global”, vendida nos EUA e Coreia do Sul, mas com mais 30 mm que o modelo anterior), 2680 mm de distância entre eixos (mais 10 mm do que antes, mas menos 75 mm face ao Sportage “global”). Visualmente, o novo Sportage é menos arredondado do que antes. Traz uma reinterpretação da grelha “tigre” ligeiramente recolhida, um capot abaulado e faróis em LED matrix acompanhados com luzes diurnas em LED forma de boomerang. Nesta versão o pilar C foi particularmente retrabalhado, perdendo o terceiro vidro lateral. A isso acrescenta um para-choques traseiro reformatado, espelhos retrovisores foram reposicionados nas portas, para melhorar a visibilidade e a aerodinâmica, e um tejadilho em preto na versão GT Line. Esta conta com uma frente específica com uma grelha de padrão hexagonal, um para-choques redesenhado e uma nova posição do radar do cruise control adaptativo. Destaque ainda paras as jantes específicas de 17 a 19 polegadas.

Por dentro, o novo Sportage recebe um painel curvo com uma dupla de ecrãs de 12,3 polegadas – uma solução similar à do elétrico EV6. Existe ainda uma fila de botões de acionamento háptico para o volume, climatização, etc. O comando da caixa “shift by wire” está posicionado na consola central. O GT Line inclui um volante de fundo plano, um volante multifunções específico, aplicações a imitar fibra de carbono no tablier e bancos com couro especial com pespontos brancos e com o nome da versão. O sistema de infotainment possibilita a integração com smartphone, providenciando navegação e trânsito em tempo real. Existe ainda a possibilidade de fazer atualizações “over the air”. Entre os sistemas de assistência à condução realce para o aviso de saída de faixa e o aviso de ângulo morto. A bagageira do novo SUV atinge 591 litros (cerca de 10% mais do que antes) extensíveis a 1780 litros com o rebatimento da segunda fila – passível de ser feita numa proporção 40:20:40.

A marca sul-coreana incluiu amortecimento controlado eletronicamente e um sistema de tração integral que se adapta eletronicamente de acordo com as condições do terreno, com os modos snow, mud e sand. Além do amortecimento também foram operadas modificações na direção e no chassis. O novo Sportage estará disponível com uma versão híbrida PHEV com 265 cv. Esta combina um motor 1.6 de quatro cilindros turbo a gasolina de 180 cv e um motor elétrico de 91 cv, alimentado por uma bateria de 13,8 kW, a proporcionar até 56 km de autonomia EV. Na versão full hybrid HEV o mesmo motor a gasolina é combinado com um motor elétrico de 44,2 kW e uma bateria de 1,49 kW, para um total de 230 cv. A versão “mild hybrid” utiliza o mesmo motor integrado num sistema de 48V, tendo opções de 150 e 180 cv. A novo Sportage mantem opção Diesel, com um 1.6 de 115 e 136 cv (este último “mild hybrid” de 48V). Quer o gasolina quer o Diesel podem ser acoplados a uma caixa manual de seis velocidades ou de dupla embraiagem de sete relações.

Deixe uma resposta

*