Hyundai junta-se à Rimac para supercarro elétrico

Hyundai RM16 N

Coreanos querem dois modelos de propulsão alternativa de alta performance até 2020.

A Hyundai vai investir cerca de 64 milhões de euros e a Kia 16 milhões numa parceria técnica com a Rimac. O acordo prevê o desenvolvimento conjunto de dois supercarros elétricos até 2020, precisamente a altura em que a marca croata começará a produzir o C_Two. Para já, sabe-se que um desses carros será uma versão elétrica de um projeto de um Hyundai de motor central, enquanto o outro será um modelo movido a pilha de combustível igualmente de caráter desportivo.

No primeiro caso estará em conta uma evolução de protótipos da Hyundai que começaram com o Veloster Midship concept em 2014, e que tiveram atualizações com o RM15 e o RM16 N (na imagem); todos eles desportivos de dois lugares, de motor central, leves e com baixo centro de gravidade. Em junho passado foi “apanhado” em testes um protótipo de um RM (Racing Mid-ship), ainda camuflado. Este modelo será o topo de gama da submarca desportiva N, que assim poderá assumir um sistema propulsor 100% elétrico de origem Rimac, marca que se vem notabilizando pelos seus supercarros elétricos.

Deixe uma resposta

*