Continental anuncia que vai encerrar fábrica de Palmela

Continental Palmela

Unidade que operava há 25 anos fechará portas até ao final de 2021, deixando 370 trabalhadores no desemprego.

A Continental anunciou que vai encerrar a fábrica de Palmela até ao final do próximo ano. Em comunicado, o fabricante alemão justifica esta ação devido à “deterioração significativa das condições de mercado e à redução dos volumes de produção” a nível mundial. Esta fábrica do grupo Continental em Portugal registou quebra de faturação no ano passado, com uma diminuição do volume de negócio em 6% em 2019. Além das estimativas que apontam para uma produção ainda mais baixa do que indicavam as previsões de há cerca de ano e meio, a Continental justifica também o encerramento da fábrica de Palmela (inaugurada há 25 anos) como parte do plano de reestruturação da multinacional alemã anunciada no final de 2019 e que prevê o despedimento de 20 mil trabalhadores a nível mundial ao longo da década de 2020. Este anúncio não está relacionado com os impactos do novo coronavírus (Covid-19).

Esta decisão de encerrar as portas fábrica que se dedica à produção de maxilas de travões de automóveis afetará 370 trabalhadores. Face a este cenário, a administração promete dialogar com a Comissão de Trabalhadores para “desenvolver um pacote abrangente de compensação aos 370 colaboradores da unidade industrial de Palmela”. Apesar de ainda não foi oficialmente informado da decisão da Continental de encerrar a fábrica de Palmela, o SITE Sul – Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul espera que a decisão seja reversível.

Em sentido contrário, o grupo alemão está a reforçar-se na área tecnológica em Portugal. A cidade do Porto é o epicentro do novo centro de engenharia e serviços, que será inaugurado oficialmente nas próximas semanas e que conta, para já, com 40 engenheiros. Até 2022, prevê-se um reforço da equipa para 150 pessoas – em novembro, a empresa tinha previsto o recrutamento de 300 pessoas. Em território nacional, a Continental emprega um total de 3700 pessoas, em sete localizações, com destaque para a unidade de produção de pneus, em Lousado, Vila Nova de Famalicão.

O grupo alemão Continental tem mais de 240 mil colaboradores em 59 países. Em 2019, atingiu um volume de vendas de 44,5 mil milhões de euros.

Deixe uma resposta

*