Ford poderá não fazer novo Focus RS

Ford Focus RS

Restrições das normas de poluição e elevados custos de desenvolvimento terão condenado o avanço da derivação desportiva da nova geração.

Desde que foi lançada a nova geração do Focus que se vem especulando como é que os responsáveis da Ford Performance poderiam contornar as cada vez mais apertadas restrições no que toca às emissões de CO2 na Europa. As mais recentes notícias davam conta de que a Ford iria avançar com um Focus RS híbrido com cerca de 400 cv. Contudo, segundo avançam os franceses da Caradisiac, que citam fontes da Ford, parece que os elevados custos de desenvolvimento associados a esta nova motorização, numa fase em que a marca estabeleceu um plano de redução de custos no Velho Continente, são motivos para impedir o avanço de um novo Focus RS (na imagem, o modelo da geração anterior que foi descontinuado em 2018).

Em junho de 2019, a Ford anunciou que iria proceder a uma redução de 24 para 18 fábricas em solo europeu até ao final de 2020, o que implicaria um corte de cerca de 20% no número de funcionários no Velho Continente. O plano envolve igualmente o fim de alguns modelos menos lucrativos, nomeadamente do Ka+, assim como dos monovolumes C-Max e Grand C-Max. Pelos vistos, dado que é um modelo de nicho, o novo Focus RS seguirá pelo mesmo caminho. Assim, o topo da atual geração do Focus continuará a ser o ST, que está disponível com motor a gasolina 280 cv e Diesel de 190 cv, nos formatos hatchback e carrinha.

Deixe uma resposta

*