Renault anuncia preços dos novos Clio e Captur híbridos

Renault Clio e Captur e-Tech View Gallery 4 photos

Versões e-Tech já estão disponíveis para encomenda e chegam em setembro.

A Renault abriu as encomendas da dupla de novos modelos eletrificados: Clio e-Tech híbrido e Captur e-Tech híbrido plug-in. A inédita versão “mild hybrid” do utilitário Clio começa nos 23.200 euros e no caso da nova derivação PHEV do SUV do segmento B arranca nos 33.590 euros.

O Clio e-Tech é feito com base no motor 1.6 a gasolina associado a dois motores elétricos – um tipo gerador/motor de arranque e outro associado a uma caixa de velocidades multimodo sem embraiagem – debitando um total de 140 cv. O novo modelo tem na versão de acesso de entrada na gama o Intens, que integra o sistema Easy Link e o ecrã TFT ambos com 7 polegadas e o volante multifunções. O Clio e-Tech também disponível nos níveis de equipamento R.S. Line, Exclusive, SL e Initiale Paris. Os consumos anunciados são de 4,3-4,4 l/100 km e emissões de CO2 de 98-100 g/km (WLTP).

Por seu lado, o Captur e-Tech Plug-in está disponível nas versões Exclusive e Initiale Paris. Esta derivação conta com a mesma tecnologia do Mégane Sport Tourer (que também estará disponível a partir de setembro, com preços a anunciar), juntado a já mencionado 1.6 a gasolina atmosférico de 91 cv associado a um motor elétrico de 67 cv (associado a uma bateria com 10.4 kWh), para um total de 160 cv, estando equipado com a mesma caixa sem embraiagem do Clio e-Tech. Existe ainda um segundo motor elétrico com a função de alternador gerador de alta voltagem para os arranques e alimentação em modo elétrico. Face ao Captur a gasolina de potência equivalente, esta nova versão e-Tech anuncia consumos cerca de 75% inferiores, ou seja, uma média de 1,5 l/100 km no ciclo misto. Esta nova versão do SUV do segmento B tem ainda a vantagem de conseguir percorrer até 50 km modo elétrico, a uma velocidade máxima de 135 km/h.

Estas versões e-Tech possuem de benefícios fiscais para clientes empresariais. No caso do Captur, o IVA é 100% dedutível no valor de aquisição, a taxa de tributação autónoma é de 10% (ou de 17% nas versões de valor superior a 35 mil euros), o IVA associado aos carregamentos de eletricidade é 100% dedutível, há 75% de desconto no ISV e uma dedução fiscal em amortizações até 50 mil euros. No caso do Clio e-Tech de 140 cv, as empresas beneficiam de uma taxa de tributação autónoma de 10%, há 60% de desconto do ISV e um gasto fiscal em amortizações até 25 mil euros. No âmbito do Eco Plan anunciado pela Renault Portugal, o Clio híbrido beneficia de um apoio de 1750 euros para o abate de um automóvel com 12 ou mais anos e o Captur híbrido plug-in de um incentivo de 2500 euros (acumulável com outros apoios do Estado).

 

Preços:

Clio e-Tech 140

Intens                  23.200 euros

RS Line                25.300 euros

Exclusive             25.800 euros

Edition One        26.900 euros

Initiale Paris       28.800 euros

 

Captur e-Tech

Exclusive             33.590 euros

Edition One        33.590 euros

Initiale Paris       36.590 euros

Deixe uma resposta

*