Hipercarro de 1914 cv Rimac C_Two exibe-se em drift

Rimac C_Two View Gallery 4 photos

Modelo elétrico de tração integral começará a ser produzido em 2021.

A Rimac continua a desenvolver o C_Two, a segunda criação desta marca croata de hipercarros elétricos. O modelo começou por ser apresentado em formato concept em 2018 e chegou a ter a apresentação da versão de produção prevista para o Salão de Genebra deste ano, contudo, o Covid-19 acabou por motivar o cancelamento do evento e comprometer a fase final processo de desenvolvimento do C_Two, que só deverá ver a luz do dia em 2021.

Até lá, Mate Rimac e a sua equipa de engenheiros aproveitam (e bem…) para mostra alguns detalhes do futuro modelo elétrico, que terá 1914 cv e 2300 Nm distribuídos pelas quatro rodas. No vídeo mais recente do canal do Youtube, os croatas mostram um dos aspetos mais aliciantes do C_Two: modo “drift”. A esse propósito, o patrão da marca de Zagreb afirma: “não vamos compensar a dinâmica do veículo com um algoritmo de vectorização de binário! O carro tem de fazer drift e deslizar e andar muito bem por si antes de lhe colocarmos um sistema de vectorização de binário.” O vídeo termina com um piloto profissional a fazer o referido “drift” sem recurso a qualquer auxílio eletrónico ou a qualquer truque, segundo a marca.

A relação emocional do condutor com o carro está contemplada pela Rimac no C_Two, que tem sensores capazes de ler o que está a sentir quem vai ao volante. A juntar a isso, através de um sistema de inteligência artificial, há um “treinador” a bordo que ajuda a explorar o potencial do condutor (e até a fazer “drift” programados de forma autónoma!). O objetivo é essencialmente que a pessoa se divirta ao volante do novo modelo que promete cumprir 0-100 km/h em 1,9 segundos e que promete uma velocidade máxima de 415 km/h. A nova criação da Rimac pretende também adaptar-se a uma utilização quotidiana, contando um sistema de reconhecimento facial e um sistema de condução autónoma de nível 4. Deverá ser possível carregar 80% das baterias em meia hora, com a promessa de uma autonomia a rondar os 550 km (WLTP).

Em junho, a Rimac mostrou a nova linha de produção do C_Two. A marca já construiu quatro protótipos, mas precisa de mais 13, além de 10 carro pré-série para testes e homologação. Logo que o protótipo foi apresentado, as 150 unidades do C_Two foram reservadas, a um preço de 1,73 milhões de euros.

O sucesso de Rimac com o C_Two e com o Concept_One já lhe garantiram a produção de baterias para o híbrido Aston Martin Valkyrie, além de um acordo para fazer um supercarro elétrico em conjunto com a Hyundai e uma parceria tecnológica com a Porsche, sobre a qual ainda não há muitos dados.

Deixe uma resposta

*