Alpine anuncia ascensão à categoria LMP1 em 2021

Alpine no LPM1 no WEC

Marca francesa confirmou investimento na divisão principal de corridas de resistência. 

A Alpine vai investir no desenvolvimento de um novo protótipo para o escalão principal de resistência, os LPM1 – habilitando-a a correr no mundial de resistência ou no IMSA. Nesta nova aventura na competição, a marca francesa correrá com o nome Alpine Endurance. Recorde-se que nos últimos oito anos, a equipa correu como Signatech Alpine na categoria LMP2, vencendo dois títulos, incluindo três triunfos na sua classe nas 24 Horas de Le Mans.

A Alpine correrá, portanto, na nova classe LMH (Le Mans Hypercar) do WEC onde já estão confirmados nomes como a Toyota, ByKolles ou a Scuderia Cameron Glickenhaus. Aquele que será o primeiro protótipo LMP1 da Alpine contará, tal como todos os outros concorrentes na nova LMH, com um chassis Oreca e motor V8 4.2 Gibson, feito com base no já existente Rebellion Racing R-13. Como será de esperar, haverá o “Balance of Performance” que iguale as prestações dos protótipos.

Esta entrada ao mais alto nível no mundial de resistência da Alpine poderá ajudar ao desenvolvimento de novos modelos de estrada, segundo admite o diretor administrativo do emblema francês, Patrick Marinoff.

Recorde-se que além do WEC, a Alpine entrará em 2021 na Fórmula 1, em substituição da Renault. A juntar a isso, a marca francesa continuará com um programa de competição para clientes com a A110 Cup, GT4 e Rally.

Deixe uma resposta

*