Tesla Model S Plaid de corridas aquece para Pikes Peak

Tesla Model S Plaid Unplugged Performance

Versão da Unplugged Performance da berlina de 1020 cv testou em Laguna Seca.

O Tesla Model S Plaid começou a ser entregue aos clientes a 10 de junho. Dois dias depois, a Unplugged Performance estreou uma versão preparada para competição da superberlina elétrica de 1020 cv. Esta irá percorrer a famosa rampa de Pikes Peak com o piloto Randy Pobst ao volante – que já no ano passado tinha corrido com um Model 3 (tendo ficado em segundo lugar na categoria de carros de exibição, com metade da potência do vencedor).

Em jeito de preparação para esta nova investida na mítica “Hill Climb”, a Unplugged Performance levou este Model S Plaid preparado até ao circuito de Laguna Seca. Para o efeito, este modelo possui um interior totalmente despido, prescindindo de airbags, consola central e painéis das portas, por exemplo. Munido de um trio de motores elétricos este Plaid acrescentou um arco de segurança e uma bacquet com um cinto de segurança de seis apoios. A carroçaria é a de série, com exceção de um lábio dianteiro mais pronunciado e de uma asa traseira ajustável gigantesca. Encaixa também uns amortecedores Unplugged Performance/Bilstein e uma barra antiaproximação traseira com três níveis de ajuste. A isso junta pneus slick Yokohama Advan e jantes forjadas em alumínio especificamente desenvolvidas para este modelo. Antes do carro chegar ao Colorado, a empresa vai equipar o modelo com um conjunto de braços totalmente ajustáveis à frente e atrás e com pastilhas de travão de alto desempenho. Segundo os responsáveis do preparador, este Model S possui um pack de baterias e de arrefecimento melhores que o Model 3 do ano passado.

Entretanto, a Unplugged Performance publicou um vídeo com uma aceleração numa reta do Model S Plaid em disputa com um Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport de 425 cv. O Tesla terá ultrapassado os 240 km/h nesta curta aceleração.

Deixe uma resposta

*