Mazda CX-50 terá tração traseira e motor de seis cilindros

Sketch do Mazda CX-5

Previsto para 2022, o novo SUV será feito com base numa nova plataforma.

Uma patente registada na Europa agora descoberta dá conta de um novo SUV a acrescentar à família da Mazda: o CX-50 – seguindo o mesmo tipo de nomenclatura adotada recente pelos novos SUV CX-30 e MX-30. A Auto Evolution adianta que este CX-50 chegará em 2022 e que terá um aspeto mais desportivo face ao CX-5 (na imagem um sketch do CX-5 atual). Isto poderá significar que o novo SUV adotará uma linha de tejadilho de formato coupé – ao estilo do que acontece com o CX-30. Aliás, está em cima da mesa a possibilidade de o novo CX-50 poder mesmo vir a substituir diretamente o CX-5 – funcionando como a terceira geração do SUV nipónico.

Mais importante que o nome são as evoluções tecnológicas significativas do novo CX-50, que serão partilhadas com o novo Mazda 6. Em primeiro lugar, o SUV adotará uma nova plataforma de configuração de tração traseira – que também permitirá versões de tração integral. A juntar a isso, o CX-50 deve incluir um novo motor de seis cilindros em linha de nova geração. Os espanhóis do Cochespias adiantam que a gama será formada por cinco opções de motores, dividas por três grupos: Diesel, gasolina e os Skyactiv-X. Entre os Diesel a oferta dividir-se-á entre o Skyactiv-D 2.2 de 190 cv e 450 Nm e um 3.3 de 285 cv e 600 Nm. A proposta a gasolina incluirá o Skyactiv-G 2.5 Mild-Hybrid de 48V de 190 cv e 270 Nm e o 2.5T Turbo Skyactiv com 230 cv e 420 Nm. Por fim, existirá uma versão com a nova tecnologia Skyactiv-X 3.0 Mild Hybrid de 48V com 285 cv e 340 Nm.

Deixe uma resposta

*